Quinta-feira com mais um dia de muitas precipitações pelo país

Imprimir

Como é normal para o mês de janeiro, a quinta-feira (20) será caracterizada pela chuva em boa parte do Brasil. De uma forma geral, na maior parte do país, esperam-se chuvas à tarde, depois de uma manhã com sol entre nuvens e calor. Apenas em algumas cidades como Cuiabá, Porto Velho e Belém, o dia ficará mais fechado com chuva a qualquer hora do dia.

Já o tempo seco continua em boa parte do Rio Grande do Sul, oeste de Santa Catarina, norte do Rio de Janeiro, parte do Espírito Santo, Minas Gerais, norte de Goiás, parte da Bahia, boa parte de Sergipe e de Alagoas, norte do Amapá e Roraima. De acordo com a SOMAR Meteorologia, em todas estas regiões, não há previsão de chuvas e o sol predomina ao longo do dia.

Esta quinta-feira também será um dia de temporais. Entretanto, a situação promete ser mais complicada entre o litoral norte de Santa Catarina e o leste de São Paulo. “O grande problema é que já vem chovendo forte nos últimos dias sobre os três Estados e a persistência da chuva deve aumentar os transtornos, como alagamentos, transbordamentos e até mesmo deslizamentos de encostas”, explica o meteorologista da SOMAR, Celso Oliveira.

A previsão de grande volume pluviométrico em São Paulo, Curitiba e em Cananéia, no litoral sul paulista. O acumulado pode chegar a quase 60mm, ou seja, 25% da média de janeiro. O problema é que nesta cidade, o acumulado de chuva já chegou aos 330mm, o que corresponde 35% a mais que o normal.

Também chove forte em parte do interior paulista, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, oeste de Goiás, Rondônia, Amazonas, Pará, Amapá, Maranhão, Ceará, Rio Grande do Norte e Paraíba. No Pará, chama-se a atenção para a grande quantidade de cidades com potencial para temporais nesta quinta-feira. Segundo os meteorologistas da SOMAR, trata-se da primeira grande chuva do Estado, algo normal nesta época do ano, quando a Zona de Convergência Intertropical passa a provocar temporais mais intensos entre as Regiões Norte e Nordeste.

Fonte: Tempo Agora

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *