Qualidade é preocupação no fim da colheita de café robusta

Imprimir

A colheita do café robusta (conilon) chegou a 90% das lavouras do Espírito Santo, principal produtor da variedade no Brasil. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (2/7) pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). O clima mais seco tem contribuído para o avanço do trabalho de campo.

De acordo com os pesquisadores, a expectativa é de uma produção cerca de 20% maior que a do ano passado. No entanto, há uma preocupação com a qualidade. “Os grãos que chegam aos armazéns estão miúdos, com a maioria das amostras sendo classificada como 7/8 e um percentual menor que a média de anos anteriores tem atingido o tipo 6 peneira 13 acima”, diz a nota.

Em Rondônia, a colheita também está praticamente concluída, apesar do excesso de chuvas, que atrapalhou o trabalho. No estado, a qualidade também preocupa. “Muitos produtores iniciaram a colheita precocemente e isso aumentou o percentual de grãos verdes nos lotes”, diz o Cepea, em nota.

Fonte: Redação Globo Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *