Programa unifica agenda de ações pela sustentabilidade na cafeicultura brasileira

Imprimir
O Programa Brasil de Sustentabilidade atua em ampla colaboração com parceiros da cadeia do café em ações relacionados à promoção da sustentabilidade na cafeicultura brasileira. É implementado pela divisão nacional da Plataforma Global do Café, associação que congrega membros de todos os segmentos da cadeia produtiva cafeeira mundial, com iniciativas concentradas nos principais estados produtores, como Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo, Rondônia, Paraná e Bahia.

O Programa produziu, de maneira colaborativa com diversas entidades do setor, um documento como referência para a aplicação das mais diversas práticas sustentáveis na cafeicultura: o Currículo de Sustentabilidade do Café (CSC). Ele contempla 122 itens, dos quais 18 temas foram elencados como fundamentais, sendo divulgados em treinamentos, palestras, materiais impressos, digitais e nos projetos que o Programa tem gerido em parceria com serviços de extensão, associações, entidades de classe, instituições de ensino e cooperativas de café.

Desde o lançamento do Currículo, em março de 2015, o Programa Brasil de Sustentabilidade tem expandido a sua implementação, com foco especialmente no pequeno produtor, que recebe essas informações por meio de técnicos de assistência técnica e extensão rural. Para tanto, 1.400 técnicos de 73 instituições parceiras foram capacitados até o momento, em um projeto que continua em 2017, paralelamente a outras iniciativas que unificam a agenda de ações pela sustentabilidade do setor.

POSTER GRANDE CURRICULO SUSTENTABILIDADE com MAPA e BRASIL GOVER

 

Sobre o Programa Brasil de Sustentabilidade
Parte das ações da Plataforma Global do Café, o Programa Brasil de Sustentabilidade estimula e difunde, desde 2012, práticas sustentáveis na cafeicultura, visando que os produtores tenham mais benefícios econômicos, sociais e ambientais, assim como a cadeia como um todo. Sua principal referência é o Currículo de Sustentabilidade do Café (CSC),que vem sendo disseminado por parceiros do programa, comoserviços de extensão, cooperativas e centros de ensino, nos principais estados produtores de café (MG, ES, SP, RO, PR e BA). Com foco no pequeno e no médio produtor, o programa tem proporcionado o alinhamento de iniciativas que aconteciam isoladamente e a busca por sinergias com fortalecimento das parcerias. Além do treinamento de técnicos projetos como o Produtor Informado, em parceira com o Cecafé, já capacitou 1.460 pequenos produtores em 2016 e tem plano para mais 1.500 em 2017, associando inclusão digital com sustentabilidade. Diversas outras ações complementares são realizadas para aumentar o número de produtores aplicando as práticas sustentáveis.

Sobre a Plataforma Global do Café
A Plataforma Global do Café (GCP, da sigla em inglês) é uma associação internacional multistakeholder com mais de 200 membros de todos os segmentos da cadeia produtiva do café e atuação em 8 países produtores que desenham suas próprias estratégias no campo da sustentabilidade. A GCP tem como visão um setor cafeeiro sustentável que ofereça boas condições de vida para agricultores e trabalhadores e assegure a oferta futura enquanto protege os recursos naturais. No Brasil, onde está mais consolidada e atuante, ela age via Conselho Consultivo Nacional (CCN), instância política que estabelece estratégias e valida iniciativas, e Grupo de Trabalho Brasil (GTB), instância técnica, responsável pela proposição e desenvolvimento das ações. A coordenação do Programa Brasil e o secretariado da Plataforma no país cabem à empresa P&A. Os projetos no Brasil são implementados por meio de uma ampla rede de parceiros e com uma abordagem participativa e colaborativa. Saiba mais em http://www.globalcoffeeplatform.org/pt/.

Fonte: ADS Comunicação Corporativa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *