Prognóstico climático aponta El Niño moderado no trimestre

Imprimir

A previsão climática indica que o Brasil será influenciado por um El Niño de intensidade moderada nos meses de agosto, setembro e outubro. O prognóstico, que influencia a safra de verão 2012-2013, foi apresentado pela diretoria do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) aos membros da Secretaria de Política Agrícola (SPA) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), nesta terça-feira, 14 de agosto, em Brasília.

O levantamento, realizado em julho, indica uma maior probabilidade de chuvas acima da média numa faixa que inclui o sul das regiões Centro-Oeste e Sudeste e os setores central e norte da região Sul. Deverão ocorrer precipitações abaixo da faixa normal no norte da região Norte e na faixa litorânea do Nordeste. Na grande área central, que abrange parte das regiões Norte, Nordeste, Centro-Oeste e Sudeste, fica mantida a previsão de padrão climatológico, ou seja, igual probabilidade de chuva para as três categorias (abaixo, normal e acima da normal climatológica).

As temperaturas estão sendo previstas dentro do padrão normal no Centro-Sul do país, onde as incursões de massas de ar frio podem causar acentuado declínio nos termômetros em alguns períodos. Nas regiões Norte e Nordeste, são previstas temperaturas variando de normal a ligeiramente acima da normal climatológica.

“Vamos fazer avaliações mensais para poder municiar empresas de seguros, a assistência técnica e os produtores. Queremos potencializar esse tipo de informação e instrumentalizar os agricultores para o bom nível das lavouras”, declara o secretário de Política Agrícola, Caio Rocha.

Na região Sul, por exemplo, eventos de El Niño favorecem a produtividade em função da chuva acima da normal durante o ciclo da soja, principalmente no período de enchimento do grão, de janeiro a março. “Existe a possibilidade de um desvio positivo de 75% da produtividade da soja durante os anos de El Niño”, destaca o diretor do Inmet, Antonio Divino Moura.

A previsão é fruto de consenso obtido por meio de dados históricos, informações de centros meteorológicos internacionais e avaliações de pesquisadores brasileiros do Inmet e do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (CPTEC/Inpe).

Fonte: Assessoria de Comunicação Social MAPA

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *