Produtores rurais sofrem com a seca e barragem comunitária será construída no Noroeste do ES

Imprimir

Em Itarana, um produtor chegou a abandonar sua plantação de café e limão por causa da falta de chuva. Ele também precisou vender o gado por conta do clima.

Por G1 ES

Produtores rurais capixabas estão preocupados com a falta de chuva no Espírito Santo. Em Itarana, na região Noroeste, por exemplo, um produtor chegou a plantar em sua propriedade 1.500 pés de café e 300 pés de limão, mas teve que abandonar a plantação por causa da seca.

O produtor é o Idolmar Crove e sua propriedade fica no Córrego do Sossego. De acordo com ele, o gado também teve que ser vendido por conta do clima. Ele disse, ainda, que apesar da seca, chegou a preparar a terra, mas acabou desistindo.

”A produção não seria a mesma que desejávamos. Mesmo assim estou tentando ir lá uma vez por semana, irrigando a terra a noite, para mante-la viva”, ressaltou.

Já em outra propriedade da região, de 3.500 pés de banana, o produtor não tem mais de onde tirar água e está preocupado com a situação.

Seca no Espírito Santo (Foto: Reprodução/ TV Gazeta)

Seca no Espírito Santo (Foto: Reprodução/ TV Gazeta)

“Secou todo o ponto escavado que nós tinhamos. Além disso, tem mais de dois anos que a água não corre no rio”, destacou o produtor rural Valcenir José Meneghel.

Da mesma forma, a água que antes garantia a produção vinha dos córregos do município, que estão quase todos secos. Por isso, em parceria com o governo do estado, está sendo construída uma barragem comunitária, que dará suporte para atender todos os produtores rurais.

“A partir de amanhã começaremos a obra de construção de dutos de até 10 km em Itarana para levar água que não está sendo utilizada. O município passou por um racionamento”, afirmou o secretário de agricultura de Itarana, Francisco André Fiorotti.

Seca no Espírito Santo (Foto: Reprodução/ TV Gazeta)

Seca no Espírito Santo (Foto: Reprodução/ TV Gazeta)

Extraído do site Peabirus

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *