Produtores já estocaram 4 milhões de sacas de café, segundo dados do CNC

Imprimir

Conforme dados do CNC, até o momento, recursos tomados pelos produtores já permitiram a estocagem de 4 milhões de sacas (2 milhões com recursos do Funcafé, 1 milhão de sacas com recursos do Banco do Brasil e outro 1 milhão de sacas com recursos dos demais agentes financeiros, conforme dados levantados pela Febraban). "Estamos acertando com os bancos recursos adicionais que poderão totalizar R$ 1,8 bilhão para financiar a estocagem", comenta o executivo.

Silas Brasileiro observa que as cotações do café recuaram nos últimos dias por causa de especulação com o clima no Brasil. "O tempo seco das últimas semanas favoreceu a colheita e entrou muito café de uma vez no mercado, pressionando os preços", explica. Ele considera, no entanto, que as chuvas de junh o e julho prejudicaram a qualidade e o volume da safra. "Caiu muito café no chão por causa das chuvas e isso vai repercutir negativamente em qualidade e em volume", prevê Silas Brasileiro. "A safra deste ano deve alcançar 50 milhões de sacas, ou menos", calcula.

O mais recente levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) projeta a safra brasileira de café em 50,45 milhões de sacas. O CNC já encaminhou pedido à Conab para que promova um novo levantamento, no qual poderá se confirmar as perdas causadas pelo clima adverso.

Fonte: Portal do Agronegócio

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *