Produtores interrompem a colheita do café por causa da chuva em MG

Imprimir

O trabalho é apenas da roçadeira e para os funcionários que limpam as ruas do cafezal. A colheita prevista para começar no início da semana teve que ser adiada por causa da chuva.

Uma fazenda que fica em Machado, sul de Minas Gerais, tem 150 hectares de café e deve produzir nesta safra cinco mil sacas.

A chuva dos últimos dias prejudicou também o transporte dos grãos das lavouras para o terreiro, principalmente em propriedades onde as estradas são muito íngremes e com o solo molhado, a passagem das carretas fica praticamente impossível.

Em outra propriedade, em Alfenas, está tudo parado e o produtor preocupado. Ela já havia começado a colher o café. Nos pés, muitos grãos já passaram do ponto e mostram sinais de que estão com fungos ou mofo, reflexo da umidade provocada pela chuva. O café que já está no terreiro também foi prejudicado.

O produtor Ângelo Munhoz tem 60 hectares de café e espera colher 1.500 sacas, mas já teme perder parte da produção.

Cícero Caldeira, agrônomo da Emater, explica de que maneira a chuva atrapalha o cultivo do café. Confira abaixo a entrevista no vídeo com a reportagem completa.

Fonte: Globo Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *