Produtores de Minas Gerais vencem o 9º Concurso Nacional ABIC de Qualidade do Café

Imprimir

Produtores de Minas Gerais se destacaram no 9º Concurso Nacional ABIC de Qualidade do Café. O cafeicultor José Alexandre de Lacerda na Fazenda Forquilha do Rio, situada na cidade Espera Feliz, foi o vencedor do concurso, com seu café recebendo a nota de 84,63 pontos de qualidade global na xícara. Alem de campeão, esse café também conquistou o 1º lugar na categoria Microlote.

Na categoria Cereja Descascado, o café vencedor foi o do produtor José Roberto Canato, da Fazenda Monte Verde, de Carmo de Minas, que recebeu a nota 82,15. E na categoria Natural, a maior nota foi dada ao café produzido por Amélia F. Delarisse, da Fazenda Apucarana, situada em Patrocínio: 81,75 pontos.

A avaliação sensorial foi feita na terça-feira (8), no laboratório do Sindicafé – São Paulo, por um júri integrado por provadores e árbitros da mais alta qualificação, coordenado por Ensei Neto, da Specialty Coffee Bureau. Todos os procedimentos seguiram a metodologia do PQC – Programa de Qualidade do Café, da ABIC, para grãos torrados, combinada com a metodologia da SCAA – Specialty Coffee Association of America, para grão verde. A avaliação das amostras foi feita às cegas, sem identificação da origem. Os juízes avaliaram a qualidade global do café na xícara, pontuando notas de 0 a 100 para propriedades como: aroma, sabor, corpo e retrogosto.

Promovido pela ABIC – Associação Brasileira da Indústria de Café, o evento entra agora na etapa do leilão dos oito lotes finalistas do concurso, que será realizado até 17 de janeiro.  Só poderão participar empresas compradoras – indústrias, cafeterias restaurantes, etc. – que se inscreverem e declararem compromisso, por escrito na ficha de lance, de comprar os lotes pelos quais farão ofertas. Este compromisso pode ser enviado por meio eletrônico, com assinatura ‘escaneada’ ou por correio, com assinatura original. Nesta edição, não será aceita a participação de pessoas físicas. 

A ficha de inscrição com declaração de compromisso de compra segue em anexa à este email, mas está também no site www.abic.com.br e pode ser solicitada no e-mail daysi@abic.com.br. Os lances poderão ser dados presencialmente ou via internet, também para o email daysi@abic.com.br, durante os dias do leilão, das 9h às 17h. É permitida a formação de consórcios de empresas para aquisição dos lotes.

Os participantes inscritos poderão adquirir 1 saca ou todo o lote (8 sacas), sendo que o valor do lance mínimo aceito será de R$ 561,00 a saca (50% acima da cotação BMF/Bovespa do dia anterior da abertura do leilão, que foi dia 9). Os participantes inscritos poderão solicitar o envio, pelo correio, de amostras de 100 gramas para prova e avaliação.

O resultado do leilão será divulgado pela ABIC dia 18 de janeiro de 2013, quando serão anunciados os Produtores Campeões do Concurso, com a ordem de classificação dada pelos lances obtidos pelos lotes, e as Empresas Campeãs da Edição Especial, que serão premiadas em três categorias: Ouro, de maior valor de aquisição por saca; Diamante, pelo maior investimento total em qualidade; e Especial, na qual concorrem os microlotes e que premiará a empresa que oferecer o maior valor.

Os lotes adquiridos neste pregão serão industrializados pelas empresas e comporão a 9ª Edição Especial dos Melhores Cafés do Brasil, que chegará aos consumidores em meados de abril, em embalagens sofisticadas de 250 gramas. Esta edição, limitada e exclusiva, é identificada por selo numérico controlado.

Fonte: Abic

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *