Produtores de café protestam na BR 262 no Espírito Santo

Imprimir
Produtores de café da Região do Caparaó protestaram na manhã desta sexta-feira (30) na BR 262 contra o preço do grão que tem afetado a economia dos municípios e dos cafeicultores. A manifestação aconteceu no quilômetro 140, no distrito Alto Norte, na divisa dos municípios de Muniz Freire e Ibatiba.

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), cerca de 50 pessoas estavam no local. O principal objetivo dos produtores é chamar atenção das autoridades para o baixo preço para comercialização da saca e o alto preço dos insumos para manter a lavoura, além do pedido para renegociar financiamentos em bancos, alegando não terem condições de quitar.

Produtores de café protestam na BR 262 no Espírito Santo 02

APOIO DE PREFEITOS

O protesto tem o apoio dos prefeitos de Muniz Freire e Ibatiba. “Queremos sensibilizar as autoridades sobre o preço do café. É um produto básico da região, e está sem a valorização que deveria. O preço baixo está causando um enfraquecimento e desestímulo aos produtores”, afirmou o prefeito de Muniz Freire, Carlos Bazzarella (Pros).

Além do preço, a possível concessão da BR 262 também preocupa os prefeitos. “O interesse maior é mostrar as dificuldades dos agricultores. Eles estão sendo ‘esmagados’. A saca de café não está pagando o preço da produção, o adubo é calculado em dólar. Falta incentivo e ainda estão ameaçando colocar três pedágios na BR 262, se for feita concessão”, afirmou o prefeito de Ibatiba, Luciano Pingo (MDB).

Fonte: Gazeta Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *