Produtores de café de MG avaliam as perdas causadas pela geada

Imprimir

De longe já dá para imaginar o tamanho do estrago. De perto vem a constatação.

O produtor Sebastião Cardoso tem na fazenda, em Três Pontas, 300 mil pés de café. Pelo menos 100 mil deles ficaram danificados, justamente os que estão na parte mais baixa da propriedade. O reflexo só será sentido na safra do ano que vem.

Ainda não se sabe o tamanho da área atingida pela geada, mas por onde ela passou deixou muitos estragos . Agora, as cooperativas e os órgão de pesquisa fazem um levantamento da área para saber o prejuízo e se a safra do ano que vem será afetada.

“Está difícil dimensionar os prejuízos, algumas lavouras foram bastante atingidas, outras não, o cálculo está complicado”, explica Archimedes Coli Neto, presidente do Centro do Comércio de Café/MG.

Fonte: Globo Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *