Produtores de café da Colômbia pedem desvalorização do peso

Imprimir

O setor de café da Colômbia aderiu nesta terça-feira às críticas ao banco central do país, pedindo medidas para evitar uma excessiva valorização do peso em relação ao dólar. O membro da Federação Nacional de Produtores de Café Mario Gómez afirmou que o banco deveria "pelo menos dobrar" o volume das compras diárias de dólar, buscando compensar os ganhos do peso em relação à moeda norte-americana. Atualmente, o banco central da Colômbia compra um mínimo de US$ 20 milhões por dia no mercado à vista.

O governo colombiano e alguns membros do conselho do banco central, inclusive o ministro de finanças Juan Carlos Echeverry, vêm alertando para que mais dólares sejam comprados.

Segundo Gómez, houve uma queda na produção de café da Colômbia, que se somou ao recuo dos preços internacionais da commodity, colocando o produtor colombiano em situação difícil. "A produção é baixa e os preços de exportação não são suficientes", afirmou, acrescentando que um peso mais fraco poderia ser mais favorável. "Portanto, devemos comprar mais dólares e ver o que acontece." As informações são da Dow Jones.

Fonte: Agência Estado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *