Produtoras do Cafeína Cocatrel aprendem técnicas de classificação e degustação de cafés

Imprimir
As mulheres do grupo Cafeína Cocatrel continuam cada vez mais atuantes. Incentivadas a empoderar-se pelo conhecimento, a Cocatrel tem proporcionado a elas muita informação e capacitação através de encontros, cursos e palestras.

Entre os dias 26 e 30 de agosto, um grupo de cooperadas participou do curso de Classificação e Degustação realizado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) em parceria com a Cocatrel. Como parte do conteúdo aplicado em aulas teóricas e práticas, as produtoras conheceram um pouco de mercado, comercialização e classificação do café por características do tipo, indicadores de qualidade e por características da bebida.

“Aprendi muito mais que o esperado. Além de conhecer melhor sobre o alimento que produzo, as técnicas aprendidas, para além da classificação e degustação, tornaram-se, para mim, o raio-x da produção, a forma com a qual posso diagnosticar equívocos ocorridos em todo o processo produtivo – da lavoura à xícara, passando pela colheita e pós-colheita. Identificadas as falhas, conseguirei, dentro do possível, rever processos na fazenda para melhorar nosso produto e, consequentemente, o preço recebido, uma vez que em sua maioria são defeitos corrigíveis. Jamais imaginei que pelo grão beneficiado poderia saber o que melhorar em nossa produção”, explica Fabíola Sandy, cafeicultura que participou do curso.

O instrutor do curso, Gilmar Reis, pela primeira vez ministrou para um grupo apenas de mulheres. “A mulher quando decide aprender alguma coisa, entra de corpo e alma. Estou muito satisfeito com a participação e entrega das produtoras do Cafeína nesse curso. Tenho certeza que elas sairão daqui colocando o que aprenderam em prática”.

“Fiquei muito grata e emocionada pela oportunidade que a Cocatrel proporcionou a nós, do grupo Cafeína. Um curso de extrema importância e enriquecedor. Nada mais bonito e digno do que tratar nosso café, como um verdadeiro alimento”, afirma Tatiana Rodrigues, nutricionista e filha de produtor, que está se preparando, através dos encontros, palestras e cursos realizados pelo Cafeína Cocatrel, para a sucessão e para assumir, com conhecimento e informação, a gestão da fazenda da família.

O grupo que participou desse curso de “Classificação e degustação de cafés” segue para a próxima etapa, que é o curso de “Torras”, também realizado em parceria com o Senar. As produtoras do grupo Cafeína também têm encontro marcado no Encontro das Mulheres do Café, na fazenda Capoeira, em Areado.

Fonte: Cocatrel

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *