Produção de café da Colômbia subiu 5% em abril

Imprimir
A produção de café na Colômbia — o maior produtor de arábica lavado do mundo — voltou a subir em abril passado. De acordo com a Federação Nacional dos Cafeicultores (FNC), em abril, a produção avançou 5%, para 874 mil sacas, ante 834 mil em igual mês de 2017.

No acumulado de 2018, no entanto, a produção colombiana de café ainda registra queda de 4%. Entre janeiro e abril, foram 4,254 milhões de sacas, em comparação com as 4,422 milhões do mesmo intervalo do ano passado.

Diante dos dados mais recentes, a produção nos últimos 12 meses encerrados em abril de 2018 somou 14,026 milhões de sacas, retração de 3% ante as 14,435 milhões de sacas de igual período um ano antes.

No acumulado do ano-safra (outubro de 2017 a abril de 2018), a produção registra queda ainda mais expressiva, de 7%, para 8,181 milhões de sacas — haviam somado 8,789 milhões em igual período anterior, segundo a FNC.

As exportações de café da Colômbia também se recuperaram em abril deste ano. Os volumes somaram 920.992 sacas, alta de 3% sobre as 898.308 sacas do mesmo mês de 2017.

A federação informou ainda que nos quatro primeiros meses do ano, os embarques de café ainda registraram recuo. As exportações somaram 4,231 milhões de sacas, 3% abaixo das 4,379 milhões entre janeiro e abril de 2017.

Nos 12 meses encerrados em abril, as vendas externas de café da Colômbia caíram 1%, para 12,836 milhões de sacas, de acordo com a entidade.

No acumulado do ano-safra, iniciado em outubro até abril passado, as exportações do grão recuaram 8%, para 7,738 milhões de sacas — haviam somado 8,388 milhões de sacas entre outubro de 2016 e abril de 2017, no ciclo anterior.

Fonte: Valor Econômico (Por Alda do Amaral Rocha)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *