Produção de café da Colômbia cresce 19% em setembro, diz FNC

Imprimir
Em setembro, a produção de café na Colômbia, maior produtor mundial de arábica lavado, foi de 1,228 milhões de sacas de 60 kg, aumento de 19% em relação ao 1,034 milhão de sacas produzidas no mesmo período de 2016.

Foto: Lucas Albin/Agência Ophelia
   Foto: Lucas Albin/Agência Ophelia

No acumulado do ano (janeiro a setembro), a produção ficou em torno de 10,3 milhões de sacas, 4% a mais que as cerca de 9,9 milhões de sacas produzidas na mesma época do ano anterior.

Nos últimos 12 meses, que coincidem também com o ano cafeeiro (outubro de 2016 a setembro de 2017), a colheita superou 14,6 milhões de sacas, 4% a mais que as pouco mais de 14 milhões de sacas produzidas no mesmo período do ano anterior.

Vale a pena destacar que, somado aos bons níveis de produção, o café recebido pela Federação Nacional de cafeicultores (FNC) nos depósitos da Almacafé, registou uma melhor qualidade e, consequentemente, um menor rendimento na debulha. Além disso, evidenciou-se a nível nacional menos casos de broca.

Exportações crescem 12% em setembro

Em setembro, as exportações de café colombiano foram de 1,136 milhão de sacas, 12% a mais que as 1,012 milhão de sacas exportadas em setembro de 2016. No acumulado do ano (janeiro a setembro), as exportações superaram 9,5 milhões de sacas, 8% a mais que as 8,8 milhões de sacas exportadas nos primeiros nove meses de 2016.

Nos últimos 12 meses, as exportações superaram 13,5 milhões de sacas, 10% a mais que as 12,3 milhões de sacas exportadas no mesmo período anterior.

As informações são da FNC/ Tradução Juliana Santin, extraído do site Café Point

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *