Produção de café cresce 10,3% no Espírito Santo, segundo IBGE

Imprimir

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou, nesta quinta-feira (5), dados da Pesquisa da Produção Agrícola Municipal (PAM) de 2014. A pesquisa aponta que a produção de café aumentou 10,3% no Espírito Santo em relação a 2013.

A produção do café arábica diminuiu 16,3% e a do café conilon aumentou 21,8%.

Em 2014, o valor de produção do café no estado foi de R$ 3,1 bilhões. A quantidade produzida foi de 774,5 mil toneladas, representando 27,6% do total da produção nacional.

De acordo com o PAM, com relação ao ano anterior, houve um aumento de 10,3% na produção. O rendimento médio foi de 1.736 kg/ha numa área colhida de 446,1 mil ha.

O segundo município com maior produção de café no Brasil é Jaguaré, no Norte do Espírito Santo, com 47,3 mil toneladas, seguido por Vila Valério, no Noroeste do estado, com 45,1 mil toneladas.

Os 20 principais municípios produtores do estado participaram com 21,2% do total de café produzido no Brasil em 2014. 

Café conilon
A produção do café conilon recebeu destaque, alcançado a marca de 596,2 mil toneladas, 21,8% maior que em 2013. Por outro lado, a produção capixaba de café arábica diminuiu 16,3% em 2014, alcançando 178,3 mil toneladas.

Segundo o IBGE, a queda da produção do café arábica nacional em 2014 foi em parte compensada pelo aumento da produção do café conilon, que nos últimos anos vem melhorando a qualidade, principalmente no Espírito Santo, onde a maior parte das lavouras é irrigada.

Produção agrícola no cenário nacional
A produção de mamão e pimenta do reino colocaram o Espírito Santo na segunda posição
entre os estados brasileiros.

Em 2014 foram produzidos 399,8 mil toneladas de mamão, 1,2% a menos que no ano de 2013. A produção de pimenta do reino foi de 7,6 mil toneladas, 12,9% maior que no ano de 2013.
A participação do Espírito Santo no valor da produção agrícola do Brasil aumentou de 1,8% em 2013 para 1,9% em 2014.

Fonte: G1 ES

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *