Procafé: Florada fora de hora nos cafeeiros neste ano

Imprimir
Em meados de agosto ocorreu uma florada precoce em cafeeiros, em muitas regiões de café arábica, no centro sul do pais. Ela veio com uma a duas chuvas que ocorreram, com volume de 20-60 mm, no inicio de agosto. Como as plantações de café vinham de um período de stress hídrico, iniciado em abril maio, já acumulando, em julho/18, um déficit de mais de 100 mm, os botões florais mais velhos já estavam em bom estágio, já aptos pra se abrirem em flores, quando da ocorrência de um diferencial hídrico, pelas chuvas.

A floração aconteceu com maior intensidade em lavouras cujos cafeeiros se encontravam com maior nível de stress, havendo florada mais intensa, acima de 60% do total previsto, em lavouras desfolhadas, em cafeeiros jovens e em variedades mais precoces e que sofrem maior stress como na variedade Mundo Novo. Também, a florada foi maior do lado dos cafeeiros mais batido pelo sol da tarde, assim como no ponteiro das plantas.

Em face dessa floração antecipada surgem dúvidas se isso foi bom ou ruim. Como tudo, tem lados bons e ruins. Bom por ter chovido mais cedo e, assim, recompor ligeiramente a água do solo e, em continuidade, antecipar o crescimento de um par de folhas novo, na ponta dos ramos, evitando que eles acabem secando. Ruim pela desuniformidade entre esta e as floradas futuras, as quais podem se suceder até novembro/dezembro, dificultando a colheita, devido à maturação desigualada dos frutos da próxima safra.

Sobre o risco da falta de chuvas em continuidade, que poderia prejudicar o pegamento da florada, é sabido que logo após à floração, até uns 80-90 dias depois, os frutinhos pouco crescem e , em certos casos, a falta de chuvas até favorece, por não possibilitar um micro-clima úmido, condição propicia às doenças da florada e dos chumbinhos.

Por último, aos marinheiros de primeira viagem, aqueles que vêm na florada, na sua beleza e abundancia, um prenuncio auspicioso da próxima safra, vai aqui uma observação, bem conhecida daqueles acostumados lá nas lavouras. Os cafeeiros que muito mostram as flores nem sempre vão ser os mais produtivos. Assim é por que as plantas desfolhadas aparentam boa florada, pois as flores ficam bem expostas. No entanto, essas plantas vão ter, com certeza, dificuldades no pegamento dessa florada, ou seja, no numero de frutos que chegará até à colheita futura. Melhor são cafeeiros que escondem parte da florada, justamente por estarem mais bem vestidos de folhas.

Fonte: Procafé (Por J.B. Matiello – Eng Agr Fundação Procafé)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *