Procafé divulga novo relatório e aponta déficit hídrico próximo do ponto de murcha para os cafezais

Imprimir

As chuvas de julho ficaram acima da média histórica. Mesmo assim as regiões de Varginha, e Boa Esperança aumentaram o déficit hídrico, enquanto Carmo de Minas reduziu, e Muzambinho permanece com armazenamento. As temperaturas em julho ficaram próximas da média histórica.

Os níveis de déficit hídrico atingidos em algumas regiões estão próximos e acima do ponto de murcha das plantas (150 mm). Considerando a evapotranspiração acumulada até o retorno das chuvas associada a ausência de precipitações, existe alto potencial de danos por desfolha e depauperamento das plantas.

Os índices de infecção média de ferrugem nas regiões aumentaram nas regiões avaliadas. Em alguns talhões colhidos, a incidência aumentou muito devido as poucas folhas (infectadas) que restaram após intensa desfolha.

Clique aqui e veja o boletim completo divulgado pelo Procafé de Varginha-MG sobre o déficit hídrico no Sul de Minas,

Clique aqui e veja o boletim completo divulgado pelo Procafé de Varginha-MG sobre o déficit hídrico no Cerrado,

Fonte: Procafé Varginha via Rede Social do Café

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *