Presidente do CCCMG aprova suspensão de importação de café

Imprimir

O Governo Federal decidiu suspender provisoriamente a importação de café conilon do Vietnã nesta quarta-feira (22). Para o presidente do Centro do Comércio de Café do Estado de Minas Gerais, Archimedes Coli Neto, a decisão de suspender a importação de café conilon foi acertada. A medida havia deixado os produtores da região apreensivos.

“Achamos que o presidente [Michel Temer] usou o bom senso. Não é questão de medir forças entre produção e indústria. Eu acho que nenhum dos lados ganhou nada. Eu acredito que uma importação, se ela tivesse que ter sido tomada, ela teria que ser tomada lá atrás”, afirmou Coli Neto na sede do órgão, em Varginha (MG).

O Ministério da Agricultura chegou a publicar nesta terça-feira (21) as regras autorizando as indústrias a importar, mas a medida foi revogada depois de uma reunião de produtores e políticos da Frente Parlamentar Mista do Café com o ministro da Secretaria de Governo, Antônio Imbassahy e também com o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Marcos Pereira.

Segundo o presidente da Frente Parlamentar Mista do Café, o deputado federal Carlos Melles, a importação do café conilon poderia prejudicar os produtores brasileiros.

“O Brasil nunca importou café. É uma anomalia, é uma coisa estranha para todos nós. E na verdade, os motivos que levaram à autorização da importação não estavam muito bem sustentados. Primeiro porque não tinha café, não existe café, tanto conilon como arábica. Pode melhorar os blends, melhorar mais a quantidade de arábica ainda”, explicou.

Governo suspendeu autorização de importação do café conilon (Foto: Reprodução EPTV)
Governo suspendeu autorização de importação do café conilon (Foto: Reprodução EPTV)

Fonte: G1 Sul de Minas e EPTV Sul de Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *