Prêmio de qualidade illycaffè muda a trajetória do café no Brasil

Imprimir

Ao longo de seus 20 anos de Brasil, a illycaffè, além de muitos parceiros e grandes fornecedores, conquistou a qualidade de que precisava e pôde ver o crescimento dos cafeicultores que apostaram no que hoje é uma realidade. A trajetória no país, que começou em 1991, teve como passo principal o investimento na qualidade do café que, na época, era vendido apenas como commodity, pouco valorizado e inferior.

A chegada da empresa ao Brasil marcou um novo rumo para a cafeicultura acostumada a fazer quantidade, deixando de lado a qualidade. As visitas realizadas pelo Dr. Ernesto Illy – a segunda geração da família Illy no café – pelo interior do país, provou aos cafeicultores que existia um mercado disposto a comprar e pagar mais por um produto superior.

Adotar a qualidade na década de 90, quando o governo deixava de regulamentar a produção, foi a saída para muitos cafeicultores que se viram sozinhos para comercializar o café brasileiro com o resto do mundo. A presença e o incentivo da illycaffè fortaleceram novamente a cadeia produtiva, oferecendo ferramentas e mecanismos para desenvolver a produção do café de alta qualidade.

O grão brasileiro – acostumado a ser conhecido apenas como ‘Santos 4’, local por onde escoava o café brasileiro no Porto de Santos – viu um horizonte de oportunidades se abrir: o mundo queria café de qualidade. Dessa forma, o Brasil enxergou além e concluiu que poderia disputar um lugar não só entre os maiores, mas sim, entre os melhores produtores de cafés especiais.

Além de investir em conhecimento, geração e troca de informações em torno do melhor grão, a illycaffè optou por reconhecer o árduo trabalho dos produtores que abraçaram seus princípios de qualidade e sustentabilidade. Há exatos 20 anos, nascia aquele que seria conhecido como um dos mais importantes prêmios de qualidade do Brasil: o ‘Prêmio Brasil de Qualidade do Café para ‘Espresso’.

Após o falecimento do Dr. Ernesto Illy, em 2008, o concurso mudou de nome e passou a ser chamado: ‘Prêmio Ernesto Illy de Qualidade do Café para Espresso’, em homenagem ao precursor da ‘qualidade illy’ no país.

Em 20 anos de história, o concurso consagra uma parceria da illycaffè com os produtores brasileiros, que já rendeu mais de US$2 milhões distribuídos, desde 1991, a mais de 1000 cafeicultores espalhados pelos diversos estados do Brasil.

Falar em café de qualidade no Brasil, principalmente hoje em que somos conhecidos como um dos maiores produtores de ‘grãos especiais’, não é apenas falar de bons cafés, valorizados e disputados. Falamos em uma mudança de mentalidade do cafeicultor que investe na plantação de olho no futuro.

Essa visão de qualidade já é realidade no Brasil e, dificilmente, daqui para frente vamos falar de café sem mencionar a preocupação com o melhor grão que pode ser colhido: sustentável pelo ponto de vista econômico, social e ambiental. Ao invés de se preocupar em plantar e colher grandes volumes, pensando apenas na produtividade da planta, o cafeicultor percebeu que é mais vantajoso investir em um produto de qualidade, pelo qual se pode obter valores mais expressivos.

Essa é a maior conquista da illycaffè nestes últimos 20 anos, o cafeicultor brasileiro enxergou que não só pode fazer um café melhor, como é possível crescer e se desenvolver ao apostar na qualidade do que produz. Repassar conhecimento, ensinar, instruir e reconhecer fez do ‘Prêmio Ernesto Illy de Qualidade do Café para Espresso’ um dos maiores incentivos à cafeicultura nacional. 

Serviço
20º Prêmio Ernesto Illy de Qualidade do Café para Espresso
Inscrições: até 22/09/10
Divulgação dos 50 finalistas: 04/11/10
Entrega dos prêmios aos 50 finalistas: 18/03/11
Ficha de inscrição e informações: www.clubeilly.com.br / www.portosantos.com.br 

Fonte: Assessoria de comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *