Prefeitos do Sul do ES convocam para protesto por crise na cafeicultura

Imprimir
Os prefeitos de Muniz Freire e Ibatiba, no Sul do Espírito Santo, dispararam, nas redes sociais, mensagens convidando a população para uma manifestação na BR 262, que está marcada para a manhã desta sexta-feira (30). Segundo eles, o motivo é chamar a atenção para a crise no setor do café, que tem afetado tanto os produtores rurais quanto a economia local.

O prefeito de Ibatiba, Luciano Pingo (MDB), e o prefeito de Muniz Freire, Carlos Bazzarella (Pros), também estarão presencialmente no ponto de encontro do protesto, no “Ceasinha”, um ponto de venda de alimentos em Muniz Freire.

Segundo eles, a manifestação será pacífica, mas pode fechar a pista em alguns momentos. “O interesse maior é mostrar as dificuldades dos agricultores, eles estão sendo ‘esmagados’. A saca de café não está pagando o preço da produção, o adubo é calculado em dólar. Falta incentivo e ainda estão ameaçando colocar três pedágios na BR 262 se for feita concessão”, afirmou o prefeito de Ibatiba.

Quanto à rodovia, há a possibilidade de instalar praças de pedágio em Ibatiba, Venda Nova do Imigrante e Viana. Luciano Pingo critica a falta de diálogo do governo e da ANTT com as comunidades locais. “Os municípios cortados pela BR são essencialmente agrícolas. Temos que discutir isso melhor, pois na concessão da BR 101 o povo paga pedágio e não vê retorno. Como discutem concessão de BR sem convidar a sociedade?”, disse.

O prefeito Carlos Bazzarella declarou que as comunidades rurais estão mobilizadas para o protesto. “Queremos sensibilizar as autoridades sobre o preço do café. É um produto básico da região, e está sem a valorização que deveria. O preço baixo está causando um enfraquecimento e desestímulo aos produtores”, afirmou. O ato está marcado para as 8 horas.

Fonte: Gazeta Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *