Preços do café têm alta de R$ 40 em plena safra

Imprimir
Os preços do café arábica no sul de Minas Gerais tiveram um aumento de R$ 40 desde o início da colheita. O café bebida dura com 15% de catação saiu de um valor de R$ 475 em maio e atingiu R$ 515 nesta semana. Segundo a Safras&Mercado, o principal motivo desta alta são as oscilações do clima.

O analista Gil Barabach explica que, durante a colheita do grão, os cafezais enfrentaram fortes chuvas e depois frio intenso, inclusive com incidentes de geadas em algumas regiões. Outro fator que contribuiu para esse aumento de 8% é a quebra do café conilon, que gerou uma demanda maior pelo arábica.

O último levantamento da Safras&Mercado estima que a colheita do café arábica em todo o Brasil atingiu 94% da área cultivada. À medida que os trabalhos no campo avançam e a produção se consolida começa a surgir incertezas sobre a próxima safra, assuntos como bienalidade do café e risco climático já estão no radar dos analistas.

“Agora mais recentemente, essa puxada nos preços aconteceu por um novo mercado de clima que está se desenhando devido às floradas precoces. Há uma forte insegurança dos produtores rurais se essas flores vão ou não vingar. Esse fato aliado a uma situação de aperto na oferta global contribuiu para a elevação dos preços em Nova York”, explica Barabach.

Fonte: Canal Rural (Por Francielle Bertolacini)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *