Preços do café no Vietnã operam perto de máxima de 4 anos

Imprimir
Os preços do café no Vietnã oscilaram perto de uma máxima de quatro anos esta semana, após indicações dos mercados internacionais, enquanto a colheita estava chegando ao fim em algumas partes da Indonésia, disseram traders nesta quinta-feira.

Agricultores nas Terras Altas Centrais, a maior área de cultivo de café do Vietnã, venderam o café por 40.200-41.000 dongs (1,77-1,80 dólar) por quilo, seu nível mais alto desde novembro de 2017, e acima dos 37.800-39.500 dongs no final de agosto.

Os preços de Londres subiram 281 dólares ou 15,6% em um mês, fechando em 2.078 dólares na quarta-feira.

“Os preços em alta de Londres foram resultado de temores globais sobre a escassez de grãos no momento em que o Vietnã está sob lockdown de coronavírus por meses”, disse um analista da Cidade de Ho Chi Minh.

“Mas os lockdowns não têm grandes impactos nas exportações de grãos devido à redução dos estoques no final da temporada. As exportações no ano caíram nos primeiros oito meses devido a problemas com contêineres e ao aumento da demanda doméstica”, acrescentou.

Algumas partes do cinturão do café estão atualmente sob restrições de movimento, embora os produtores afirmem que ainda têm permissão para ir a suas fazendas de café para cuidar das árvores.

Os traders estimam que a produção para a safra 2021/22 que se aproxima chegará a cerca de 30 milhões de sacas de 60 kg.

Fonte: Reuters (Por Mas Alina Arifin)