Preço do café rio está firme, sobretudo no Paraná

Imprimir

Os preços do café arábica do tipo 7 bebida rio têm se mantido em patamares firmes nesta semana. Segundo agentes consultados pelo Cepea, o motivo é a retração vendedora, combinada à demanda elevada por parte de torrefadores nacionais.

No Paraná, os principais compradores são empresas de torrefação locais, e a procura por esse tipo de grão é considerada alta. Agentes comentam, inclusive, que a procura tem superado o volume de arábica rio disponível para comercialização no estado. Assim, na quarta-feira, 20, o rio foi cotado entre R$ 270,00 e R$ 280,00/sc de 60 kg no Noroeste do Paraná, cerca de 10 reais acima do observado no Sul de Minas, por exemplo.

Quanto ao arábica de melhor qualidade, a comercialização segue lenta, segundo pesquisadores do Cepea. Ainda há considerável volume de café retido por parte de produtores, mas a maioria aguarda valorização do grão para negociar. No entanto, com a proximidade da safra nova, as apostas em aumento de preços começam a se dissipar.

Segundo colaboradores, aparentemente não há intenção em formar estoques do grão e, assim, a expectativa é que produtores de arábica comecem a ofertar volumes maiores nas próximas semanas, desde que as cotações não tenham forte queda.

Fonte: Cepea Esalq/USP

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *