Preço do café no Vietnã sobe com aperto na oferta e novas medidas contra Covid

Imprimir
Os preços domésticos do café no Vietnã subiram nesta semana devido a um aperto na oferta ao final da safra e com medidas do governo para distanciamento social em partes da área de plantio de café, após a detecção do primeiro caso de coronavírus em mais de três meses.

A província de Dak Ladk, no planalto central do país, implementou normas de distanciamento social a partir da meia-noite de quarta-feira em um esforço para conter a transmissão comunitária do vírus. Não estava imediatamente clara a duração da medida.

Produtores no planalto central, principal região produtora de café do Vietnã, venderam café por entre 33 mil e 32 mil dongs (1,41 dólar a 1,43 dólar) por quilo, contra entre 31,8 mil e 32 mil dongs na semana anterior.

Com o Vietnã a caminho do final de sua safra, operadores acreditam que a reintrodução de medidas contra o vírus não pesará tanto sobre os preços domésticos quanto em março.

“As atividades de comercialização já foram monótonas nas últimas semanas devido aos baixos estoques e, agora, com a ressurgência do vírus, o mercado ficará muito mais morno”, disse um trader do setor de café. “Mas não acho que os preços vão subir muito”.

A nova temporada de café começará em outubro, mas um grande volume de grãos não é esperado antes de novembro, segundo operadores de mercado.

Fonte: Reuters (Por Phuong Nguyen e Mas Alina Arifin)