Preço da saca do café em janeiro é o mais baixo dos últimos 5 anos

Imprimir

O preço da saca do café deste mês de janeiro é o mais baixo dos últimos cinco anos. Para os especialistas, o preço atual, de R$ 389, é pouco para uma saca de café.

“Para o custo que nós temos no Brasil, para o custo de produção que nós temos hoje, é ruim para o produtor, ele não ganha dinheiro, porque nós temos custos altíssimos hoje na produção. A nível de mercado internacional, está caro porque não está saindo negócio, o que o importador quer pagar é menos que o produtor deseja hoje no mercado interno. Então nós estamos em um de mercado desencontrado, ruim para o produtor internamente e o importador também não querendo comprar achando que está caro para ele. Então está um momento bastante delicado”, disse o presidente do Centro de Comércio do Café, Archimedes Coli Neto.

Quem produz não consegue colocar preço no próprio café. Isso é definido pelo mercado, em bolsa de valores.

infografico preco cafe janeiro 2019Infográfico: EPTV Sul de Minas

Em 2014, a saca de 60 quilos chegou a ser negociada a R$ 284. Depois, o produto valorizou. Foi a R$ 455 em 2015, R$ 478 em 2016 e passou dos R$ 500 em 2017. Já em janeiro do ano passado, a cotação voltou a cair para R$ 435. Agora, ela está na faixa de R$ 389.

“O Brasil teve um recorde de produção, por volta de 62 milhões de sacas, tivemos um desempenho bom também de exportação, de 35 milhões de sacas, foi o segundo melhor ano, isso foi bom porque a gente voltou a ser competitivo lá fora. Dificilmente o mercado, num curto-prazo, não consigo ver uma melhora rápida devido a esse peso da produção, se nós calcularmos a exportação mais o mercado interno, ainda existe uma sobra substancial de café”, completou o presidente do CCCMG.

Fonte: EPTV Sul de Minas e G1 Sul de Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *