Pragas ameaçam produção de café na Índia, dizem executivos

Imprimir

O clima seco prolongado nas principais regiões produtoras de café da Índia favoreceu a disseminação de uma praga na lavoura, que está ameaçando a produção 2012/13, disseram executivos do setor nesta segunda-feira. A broca branca do tronco afeta principalmente o café arábica e faz o cafezal perder o vigor. Assim, os agricultores arrancam as plantas e as destroem para evitar uma maior disseminação, que ocorre mais rápido em períodos de seca.

O atraso das chuvas também está afetando as lavouras de café robusta nas principais áreas produtoras. Geralmente, chove de março até abril, o que ajuda os brotos a crescerem e o grão cereja a se desenvolver.

“A incidência de broca branca do tronco foi ligeiramente menor (do que o normal) nos últimos quatro anos. Mas, neste ano, está cerca de 25% maior na maioria das regiões”, disse o presidente da Associação dos Agricultores de Karnataka, Marvin Rodrigues. O estado de Karnataka, no sul da Índia, é responsável PR 70% da produção do país.

A redução da produção não deve dar suporte aos preços, pois a demanda tem sido fraca devido às preocupações com a recuperação da economia global, especialmente da Europa. A Índia exporta quase 70% de sua produção e metade dos embarques correspondem a países europeus.

É muito cedo para fazer estimativas de produção ou exportação para o ano que começa em 1º de outubro e a primeira projeção deve ser feita no próximo mês, disseram executivos do setor.

Com a chegada das monções no próximo mês, a disseminação da praga deve ser contida, disse Anil Kumar Bhandari, integrante do Conselho do Café, órgão estatal. A produção total da Índia para o ano comercial que termina em 30 de setembro é estimada em 320 mil toneladas, segundo o conselho. As informações são da Dow Jones.

Fonte: Agência Estado | Sou Agro

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *