Pordutores de café da Colômbia têm renovação de cartão inteligente

Imprimir

Produtores colombianos estão renovando a "cédula inteligente" para a comercialização de café. Com esse instrumento, os cafeicultores do país contam com uma identificação para o segmento, mas também possuem um processo de crédito que permitirá a eles realizar operações financeiras.

As cédulas tradicionais, entregues há alguns anos, agora contam com novos mecanismos de segurança. Com esse documento, os produtores poderão realizar operações em uma rede de quase 200 escritórios e 330 agências que possui o Megabanco, entidade com a qual a Federacafe (Federação Nacional dos Cafeicultores da Colômbia) possui um acordo de cooperação.

Com a utilização de um "data-phone", os produtores podem adiantar a venda do grão em locais de compra, realizar transferências de dinheiro, consultar saldos e também conferir as cotações diárias do café e a situação de sua operação. Cerca de 400 mil produtores cadastrados no país tem direito ao carão, que conta com um lado magnético e um chip eletrônico que permite recarregar o crédito resultante do recebimento da operação realizada com as vendas, assim como recolher o montante destinado ao Fundo Nacional de Café da Colômbia.

O cartão pode ser utilizado para retirar dinheiro, sem a cobrança do imposto, nos caixas automáticos que integram a rede, assim como para a realização de compras em estabelecimentos comerciais filiados à rede.

Fonte: Revista Cafeicultura

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *