Pesquisadores da EPAMIG participam de treinamento para extensionistas

Imprimir

Entre os dias 6 e 10 de maio pesquisadores da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG) participarão do curso "Capacitação em Tecnologias Sustentáveis para Extensionistas da Emater-MG", no Polo de Excelência do Café, em Lavras.

O objetivo do treinamento é a atualização de 144 extensionistas da Emater-MG, de várias regiões do estado, na atividade cafeeira em tecnologias de produção; armazenamento; comercialização e gestão técnica financeira, social e ambiental. O treinamento será dividido em três módulos, conforme o nível de experiência dos técnicos em relação à cultura do café. De acordo com o coordenador técnico Estadual de Café da Emater-MG, Marcelo de Pádua Felipe, as novas tecnologias beneficiarão de imediato 7.500 cafeicultores de Minas Gerais.

Segundo o presidente da EPAMIG, Marcelo Lana, essa integração entre pesquisa, ensino e extensão é muito positiva: "O conhecimento nasce da pesquisa e é fundamental direcioná-lo para onde é preciso: o campo. Uma das formas de fazermos isto é exatamente através do extensionista.

Por isso a importância de capacitá-los e dividirmos com eles o nosso conhecimento. Seguindo orientação do Governador Antônio Anastasia a intenção é nos aproximarmos das empresas parceiras na agricultura, como é o caso da Emater-MG, para sermos um instrumento de transformação das realidades locais. Nossa gestão será direcionada a
levar a pesquisa e o conhecimento diretamente para o campo", explica.

Durante cinco dias de treinamento os extensionistas conhecerão mais sobre diversos assuntos, como pré e pós-colheita, qualidade do café, código florestal, nutrição do cafeeiro, colheita mecânica, certificação, georreferenciamento, dentre outros. Os pesquisadores da
EPAMIG Júlio César Souza e Vicente Carvalho palestrarão sobre pragas e doenças do cafeeiro. O pesquisador Gladyston Carvalho irá falar sobre o Consórcio Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento do Café, do qual a EPAMIG é fundadora.

O pesquisador Vicente palestrará sobre manejo das três principais doenças do cafeeiro, como ferrugem, phoma do cafeeiro e cercosporiose. "Vamos falar sobre alguns sintomas causados por agentes bióticos e abióticos no cafeeiro e ensinar a identificação desses sintomas no campo".

A Capacitação em Tecnologias Sustentáveis para Extensionistas da Emater-MG é organizado pela Embrapa Café, Emater-MG e Universidade Federal de Lavras (Ufla).

Fonte: Ascom EPAMIG via Rede Social de Café

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *