Pesquisa revela que café não aumenta gravidade de doença arterial coronariana

Imprimir

Uma pesquisa do Programa Interunidades de Pós-graduação em Nutrição Humana Aplicada (Pronut) da USP revelou que o consumo de café não interfere na gravidade da doença arterial coronariana (DAC). O estudo foi coordenado pela nutricionista Juliana Gimenez Casagrande e aplicado em 115 portadores de DAC.

A pesquisa mostra que um aumento de 50 mililitros (ml) na ingestão diária da bebida, equivalente ao volume de uma xícara, pode diminuir em cerca de 3,15% a probabilidade do paciente vir a apresentar um quadro mais grave da doença.

O estudo teve duração de um ano e meio e analisou pacientes do ambulatório de cardiologia do InCor Osasco e da Unidade Clínica de Coronariopatia Crônica do Instituto do Coração (InCor) do Hospital das Clinicas (HC).

Fonte: Portal do Governo do Estado de São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *