Peru: clima e problemas trabalhistas prejudicam safra de 2011

Imprimir

A produção de café do Peru em 2011 deve ser menor do que a do ano passado se o clima e os problemas trabalhistas persistirem, afirmou hoje o presidente da comissão de café do país, Lorenzo Castillo. "Tem chovido e isso nos preocupa", declarou. A previsão para este ano é de que a safra totalize 4,22 milhões de sacas de 60 kg, elevação de 5% ante o ano passado.  

Mas Castillo comentou que a estimativa pode ser reduzida para 3,99 milhões de sacas se as fortes chuvas continuarem, causando floração irregular e tirando as cerejas dos cafeeiros. Além disso, a falta de força de trabalho para a colheita se agrava todos os anos, segundo Castillo.  

Muitos colhedores normalmente viajam da cidade para as regiões montanhosas produtoras de café, mas eles não estão chegando, observa Castillo, por causa do aumento das oportunidades de trabalho na cidade. Também cresce o interesse pelas universidades. E os trabalhadores que chegam às montanhas estão começando a trabalhar nas plantações de coca.  

A colheita principal no Peru começa em abril. Castillo disse que o país pode enfrentar carência do produto. De qualquer forma, ele avalia que a produção de café do Peru também tem potencial para crescer neste ano, por causa do aumento da área plantada de 380 mil hectares em 2010 para 390 mil hectares em 2011, assim como em virtude de melhores práticas agrícolas, como a utilização de bons fertilizantes e a regulação das árvores de sombra. As informações são da Dow Jones.

Fonte: Agência Estado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *