Pela primeira vez, chinês arremata lote vencedor em leilão de café

Imprimir

Foi realizado ontem (14) o leilão internacional do primeiro Cup of Excellence – Natural Late Harvest. Foram ofertados 19 lotes vencedores do concurso destinado a cafés naturais do Brasil, realizado pela primeira vez pela Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA, na sigla em inglês), em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e com a Alliance for Coffee Excellence (ACE).

O leilão teve três horas e meia de duração com participantes de todo o mundo. O lote do vencedor do concurso, o produtor Luiz Flávio Pereira de Castro, do Sítio Colinas, em Carmo de Minas (MG) foi arrematado por uma média de R$ 4.600 a saca. Cada lote representa 18 sacas. Todo o lote foi comercializado por US$ 45.476,91 (cerca de R$ 82.800) para a Mocoway Enterprise Management International Co.Ltd, uma empresa da China.

Vanúsia Nogueira, diretora-executiva da BSCA, disse que é a primeira vez em todas as edições do leilão Cup of Excellence para os cafés descascados e despolpados (realizado há alguns anos em alguns países) que a China adquire um lote do produto. Segundo ela, o aval para a compra foi dado por um barista campeão na China -cujo nome não foi revelado- que está “garimpando” cafés de boa qualidade no mundo.

O segundo lote mais valorizado no remate saiu por US$ 37.778,33 (cerca de R$ 68.756) e foi adquirido por uma empresa de Taiwan.

Fonte: Valor Econômico

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *