Pela cultura exportadora do agronegócio, CNA recebe homenagem da Apex

Imprimir

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) foi homenageada na noite de ontem (10/12), no espaço Casa Bossa, em São Paulo, pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), no evento Mais Brasil no Mundo. A iniciativa da Agência é um reconhecimento à atuação de empresas públicas e privadas, entidades setoriais, jornalistas e lideranças em diferentes áreas sociais que fizeram a diferença para a consolidação da cultura exportadora no país.

Para o representante da CNA na solenidade, o vice-presidente diretor da CNA, José Mário Schreiner, “o setor agropecuário hoje é um exemplo do Brasil que tem dado certo graças às exportações, que têm ajudado o país a não entrar em uma crise mais profunda. E esta iniciativa da Apex nada mais é do que valorizar o esforço das entidades que trabalham em prol do crescimento e do desenvolvimento”.

Além da CNA, a Apex-Brasil também homenageou entidades que representam importantes segmentos da indústria e da economia brasileira, como CNI e Sebrae, e Ministérios da Agricultura e das Relações Exteriores, bem como o BNDES – todos com forte atuação no apoio ao exportador e à captação de investimentos.

Também foram homenageadas empresas que mais exportaram nos segmentos micro – Empire Industries, pequena – Galeria Raquel Arnaud, média – Cipatex e grande – Embraer, além de um destaque especial a uma empresa que se tornou referência mundial no tema sustentabilidade, a Beraca. Outras duas empresas foram destaque nas categorias Investimentos Produtivo – SAP e Internacionalização – WEG. Uma homenagem especial foi concedida ao Ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Armando Monteiro.

O ministro Armando Monteiro ressaltou, em seu discurso, que a Apex-Brasil vem desempenhando muito bem sua missão institucional, em dois pilares do Plano Nacional de Exportações: a promoção e a inteligência comercial. “Mais do que realizar muitos eventos, é preciso atuar com inteligência, entendendo o cenário do mercado global. O Brasil precisa dar um novo status ao comércio internacional”, disse Monteiro.

Cinco jornalistas também foram convidados pela Apex-Brasil a representar o trabalho da mídia nacional e internacional na divulgação e registro de fatos relevantes das exportações brasileiras, bem como da atração de investimentos estrangeiros: Fernando Exman do Valor Econômico; Sandra Boccia, da revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios; Joe Leahy do Financial Times; Luisa Torre, da Gazeta do Espírito Santo e Raíssa Ebrahim, do Jornal do Commercio de Pernambuco.

Fonte: Assessoria de Comunicação CNA

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *