Pausa para o Cafezinho: Starbucks inaugura o primeiro centro de apoio ao cafeicultor em Varginha (MG)

Imprimir
Por Lilian Trigolo*

A Coluna Pausa para o Cafezinho vem hoje com uma super novidade para os cafeicultores de todo o Brasil.

A Starbucks inaugura seu primeiro centro de apoio ao agricultor no Brasil, na cidade de Varginha, no Sul de Minas Gerais.

O centro de apoio ao agricultor é o décimo da Starbucks no geral, estendendo o alcance de suprimento vertical da empresa ao mesmo tempo em que oferece serviços técnicos e suporte para os cafeicultores. Os centros também servem para promover o esquema interno de sustentabilidade da Starbucks, denominado CAFE Practices.

Embora a Starbucks já mantenha cinco centros de apoio ao agricultor na América Latina – incluindo uma fazenda experimental e destino turístico na Costa Rica, chamada Hacienda Alsacia -, o Brasil oferece paisagens agrícolas, sociais e de mercado únicas.

De longe o maior produtor de café do mundo, o setor cafeeiro do Brasil tem sido historicamente caracterizado por sistemas de monoculturas de alto volume pertencentes a grandes proprietários de terras.

Embora o país ofereça uma diversidade fascinante de regiões, tipos de fazendas e cafés, os produtores de algumas regiões foram desafiados por eventos climáticos recentes, incluindo períodos de seca generalizada seguidos de geadas devastadoras. Combinados com os efeitos do ciclo bienal da safra do Brasil e a proeminência do Brasil como produtor global, esses eventos tiveram efeitos notáveis no mercado global de café.

O Brasil também representa um mercado consumidor frutífero para a Starbucks, que abriu sua primeira loja em São Paulo em 2006 e cresceu para pelo menos 119 locais em 2019.

No novo centro de apoio ao agricultor em Varginha, a empresa afirma que pretende apoiar a “agricultura de código aberto” para o benefício dos agricultores, cerca de 200.000 dos quais receberam apoio ao longo dos anos em outros centros da Starbucks.

“A abertura do Starbucks Brazil Farmer Support Center representa um marco importante nos investimentos contínuos da Starbucks nas comunidades produtoras de café”, disse Alfredo Nuno, diretor do Global Farmer Support Centers e Hacienda Alsacia da Starbucks, em um anúncio da inauguração no Brasil. “Como aspiramos garantir um futuro sustentável do café para todos, acreditamos que o conhecimento que reunimos por meio das relações construídas por este Centro de Apoio ao Agricultor desempenhará um papel significativo em nossos esforços para elevar a cadeia de abastecimento da cafeicultura no Brasil e ao redor do mundo. mundo.”

Em tempos difíceis devido a pandemia e com o triste cenário pós geada com tantas perdas, essa notícia traz uma nova expectativa e esperança para todos os cafeicultores, satisfação de ver mais essa evolução na cidade de Varginha que tenho tanto carinho. (Fonte: Daily Coffee News da Roast Magazine)

O que achou desta novidade?! Compartilhe conosco!!

Uma ótima semana a todos, abraço e até o próximo e saboroso cafezinho.

 

Lilian Trigolo
Cafeicultora e Coffee Lover – apaixonada pelo universo do café, e toda a sua cultura cafeeira.

Instagram: @liliantrigolo
E-mail: lilianmg.trigolo@gmail.com