Pausa para o Cafezinho: produção de café no espaço

Imprimir
Como será que uma muda de café se desenvolveria no espaço?

Uma empresa agrícola chamada Front Range Biosciences com sede no colorado, está em parceria com a SpaceCells Usa Inc. e a BioServe Space Technologies para enviar mudas de café e cânhamo para o espaço sideral em março deste ano.

Serão 480 culturas de café e cânhamo enviadas a bordo do foguete SpaceX, que permanecerão no espaço durante 30 dias.

O objetivo desta jornada espacial é verificar como as culturas sofrerão ou não uma mutação em gravidade zero a bordo da estação espacial internacional.

O café é especialmente ameaçado por condições climáticas mais extremas, e visando isso as empresas estão experimentando novas técnicas para criação de lavouras de café mais resistentes.

Segundo o presidente executivo da Front Range Biosciences, Jonathan Vaught, “existe ciência para apoiar a teoria de que as plantas sofrem mutações, e está é uma oportunidade para saber se essas mutações se sustentam quando são trazidas a terra, e se há novas aplicações comerciais”

A Front Range Biosciences está longe de ser a primeira empresa a lançar alimentos em condições de gravidade zero, em 2015, a Agência Espacial Italiana criou uma máquina de café espresso para ser levada para a estação espacial internacional, e a astronauta italiana Samantha Cristoforetti conseguiu saborear sua xícara de espresso tirada na máquina com gravidade zero.

E como ficaria a qualidade desses grãos, e seu sabor final na xícara com gravidade zero?! Fica aqui a nossa curiosidade….

E você o que achou da nossa matéria?! Compartilhe conosco!

 

 

Lilian Trigolo
Coffee Lover-apaixonada pelo universo do café, e toda a sua cultura cafeeira, formada em Administração de Empresas com Ênfase em Comércio Exterior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *