Pausa para o Cafezinho: Harmonização de Cannoli com a Chef Patrícia Nagamine

Imprimir
Na coluna pausa para o cafezinho desta semana vamos unir história, gastronomia e uma deliciosa harmonização de Cannoli, doce de origem italiana com café especial preparado pela Chef. de Cozinha Internacional Patrícia Aquino Nagamine de São Paulo.

Patrícia nos conta que sua paixão pela gastronomia vem desde a sua infância, e relembra com carinho de sua mãe a ensinando a cozinhar.


Chef. Patrícia Nagamine

Ela nos relata que sempre gostou de fazer sua própria comida para não ficar refém das refeições na casa dos seus avós, já que fazia suas refeições na casa deles devido o trabalho e plantão de sua mãe no hospital, conta com bom humor que sua avó tinha muitas qualidades,mas que cozinhar definitivamente não era o seu forte.

Uma outra paixão afetiva que também possui desde criança é a mesa do café da manhã, um ritual que carrega até hoje, já que o café é a sua segunda paixão.

Desde a sua adolescência a vontade de transformar a gastronomia em profissão já estava entre seus pensamentos e sonhos, relembra que na época pesquisou  faculdades da área, valores de mensalidade e até mesmo depoimento de alunos mas tudo pensado como segundo plano já que sua vida profissional estava inserida no mercado corporativo.

E foi através de uma viagem em 2008 para Itália, que se programou financeiramente, e encarou o desafio de se matricular em uma escola de língua italiana com uma querida amiga e viver esse sonho de conhecer um país apaixonante, cheio de histórias, e que transborda aromas e sabores incríveis .

Esse período na Itália foi realmente inspirador para Patrícia, ela relembra com entusiasmo suas idas ao mercado, aonde compravam massas frescas, molhos, vinhos, e claro não poderia faltar o cafezinho feito na tradicional cafeteira italiana também conhecida como Moka, foram novas e inesquecíveis experiências, finaliza ela.

Mas foi em 2015 que sua relação com a gastronomia foi se consolidando, ganhou de seu marido Fábio Nagamine, o primeiro curso na área de Gastronomia, um curso de cozinha italiana com duração de 2 meses no Senac em São Paulo.

E durante a sua segunda viagem para Itália em 2016, ganhou o certificado pela Cooking Class Florence-Italy em cozinha regional e tradicional da região norte da Itália,e  não parou por aí..

Começou a investir em mais cursos na área já com uma estabilidade financeira e se formou em Bases da Gastronomia, Massas Frescas e Massas Secas com o Chef. Francesco Manzotti e Gabriela Pestana, e também Focaccia Pugliese com o Chef. Giuseppe Girundino, fundador da Accademia.

No segundo semestre de 2018 com o apoio do marido resolveu então se arriscar, e ir em busca de novos desafios fazendo a transição de sua carreira, e se matriculou na faculdade de gastronomia iniciando o curso de Cozinheiro Chef Internacional pelo Senac em São Paulo.

No final de 2019 teve a oportunidade de fazer um estágio em um dos restaurantes mais importantes do Brasil, o D.O.M do Chef. Alex Atala, e nos últimos meses vem se dedicando ao trabalho de “Personal Chef.”com menus harmonizados e trabalhos autônomos como o realizado recentemente no restaurante “Do Batista” do grupo Chez Claude, sempre no intuito de agregar conhecimento, surpreender e evoluir.

Patrícia se considera uma Chef.em construção,hoje trabalha para estruturar e consolidar sua marca ligada a cozinha italiana,mostrando que a gastronomia italiana vai muito além de uma massa fresca e molho de tomate, a cozinha italiana é rica e variada e sabe seduzir o paladar de todo o mundo unindo ingredientes simples e saborosos, e o café é um desses ingredientes capaz de surpreender a todos na culinária fazendo uma harmonização perfeita em muitos pratos,além de ser acessível a todos.

Ela também deixa um recado a todos os leitores do blog: Para aqueles que como eu, escolheram viver neste mundo louco da gastronomia, quero que saibam que há espaço para todos que amam executar uma boa comida, então não desiste e se jogue nesse mundo!

Depois desta história de inspiração,vamos nos jogar nessa imersão de sabores conhecendo um pouco mais da origem e do sabor desta deliciosa sobremesa siciliana chamada “Cannoli”.

A origem deste doce segundo relatos teria partido de uma antiga receita romana depois interpretada por cozinheiros árabes já na Sicília, mas existem também lendas de que a receita teria surgido entre 827 e 1091 DC  décadas de dominação árabe em Caltanissetta chamado na época  “kalt el nissa” que significa “castelo das mulheres”, essa explicação atribui às mulheres do harém a invenção da receita talvez concebida como uma homenagem à sua fertilidade, e existe também um terceiro relato que atribui a criação do cannoli as freiras de um convento em Caltanissetta, e desta forma o cannoli se espalhou por Palermo e Messina pela Sicília e depois por toda a Itália, o que se sabe é que ele foi criado por mulheres e sua mistura de todas as lendas e crenças recolhidas são transmitidas por séculos.

Hoje o cannoli pode ser encontrado em diversos países e em várias versões, nos Estados Unidos por exemplo devido a grande migração da Sicília na década de 80 inspirou inclusive citações memoráveis no cinema de Hollywood como no filme o Poderoso Chefão em 1972-“Deixe a arma.Pegue o cannoli”.

Harmonização: Cannoli e Café

O cannolo ou cannoli, no plural é uma das especialidades mais conhecidas da pasticceria siciliana, a Chef. Patrícia Nagamine fez uma harmonização desta tradicional receita italiana com o café Flores de Ilicínea.

A massa frita e crocante do cannoli e seu creme super cremoso de ricota de cabra( ricota de pecora em italiano) se soma a muitos ingredientes que vão desde frutas cristalizadas, gotas de chocolate, pistache, casca de laranja ou café, na receita que ilustramos na matéria utilizamos  frutas cristalizadas e gotas de chocolate com café realmente ficou uma combinação deliciosa, vale ressaltar a importância em utilizar também um café de qualidade nas receitas de harmonização e conhecer as principais características da bebida como acidez, corpo e doçura para criar esse equilíbrio entre os sabores.

O encontro de sabores é realmente indescritível do café especial Flores de Ilicínea com o cannoli, o café do cultivar Mundo Novo de 84 pontos com notas de doce de leite e maçã madura harmonizou perfeitamente com o sabor e a cremosidade da ricota de cabra trazendo suavidade no sabor com sua acidez cítrica e delicada.


Patrícia Nagamine e seu marido Fábio Nagamine

“Cozinhar é fazer poesia para ser degustada”(autor desconhecido)

Quer a receita do Cannoli ou ainda provar esse cannoli harmonizando com o seu cafezinho preferido?!Entre em contato com a Chef. Patrícia Nagamine e curta essa experiência gastronômica!!

Instagram: @patricia_nagamine_

E você o que achou da nossa matéria?!Compartilhe conosco!

Uma ótima semana a todos, abraço e até o próximo e saboroso cafezinho.

 

Lilian Trigolo
Cafeicultora e Coffee Lover – apaixonada pelo universo do café, e toda a sua cultura cafeeira.

Instagram: @liliantrigolo
E-mail: lilianmg.trigolo@gmail.com