Pausa para o Cafezinho: Erna Knutsen, a pioneira do termo cafés especiais

Imprimir
Neste mês especial das mulheres queremos compartilhar a história de uma mulher visionária, a norueguesa Erna Knutsen, conhecida como a madrinha do café especial. Ela foi a primeira a dar um nome ao movimento do termo “café especial”, e ela incessantemente defendeu os valores de qualidade, identidade e distinção do café.

Erna começou sua carreira no café como secretária em uma empresa de comércio de café, onde ficou fascinada pelos cafés “especiais” que eram comercializados ao lado de cafés “commodities” mais comerciais.

Eventualmente, Erna estabeleceu sua própria base de clientes, fundando sua própria empresa de comércio de café, Knutsen Coffees, Ltd. Os boletins informativos de Erna da Knutsen Coffees tornaram-se bem conhecidos no comércio de café, e seu estilo entusiasmado e profundo conhecimento de café inspirou uma geração de pessoas.

Por meio desses boletins na década de 1974, Erna deu uma linguagem ao movimento de cafés especiais, dando às pessoas do café uma compreensão mais clara da origem do café, termos de degustação, técnicas de processamento e os truques de comercialização.

Erna adorava a comunidade de cafés especiais, e sua presença sempre trazia uma alegria extra para qualquer evento de café. Ela se tornou uma líder neste setor, sempre compartilhando sua própria história como uma forma de inspirar os outros no café.

Erna estava orgulhosa de ser uma mulher no café, e ela era uma defensora especialmente apaixonada das mulheres no café e da construção de um comércio de café mais justo .Ela também sentia muito orgulho de sua identidade norueguesa e recebeu um prêmio especial ‘Golden Coffee Bean’ do seu país de origem na Noruega.

Erna foi reconhecida pela Specialty Coffee Association of America duas vezes: ela foi a primeira a receber do SCAA Lifetime Achievement Award em 1991, e foi novamente homenageada como fundadora da indústria de cafés especiais em 2014.

O papel de Erna foi como líder, fundadora e inovadora na área de cafés especiais, e isso não pode ser exagerado.

Erna foi reconhecida pela Specialty Coffee Association of America duas vezes: ela foi a primeira receber o prêmio do SCAA Lifetime Achievement Award em 1991, e foi novamente homenageada como fundadora da indústria de cafés especiais em 2014.

Erna faleceu em 2018, aos 97 anos. Um nome de fundamental importância nesse mundo tão fascinante e complexo que é o dos cafés especiais.

A nossa singela homenagem a Erna Knusten com muita gratidão, orgulho e respeito, e a todas as mulheres guerreiras envolvidas na cadeia do agronegócio.

Fotos: Coffeecon e Travemosa

 

 

Lilian Trigolo
Coffee Lover-apaixonada pelo universo do café, e toda a sua cultura cafeeira, formada em Administração de Empresas com Ênfase em Comércio Exterior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *