Pausa para o Cafezinho: empresários de torrefação artesanal falam sobre o trabalho em época de pandemia

Imprimir
O pausa para o cafezinho desta semana é sobre uma empresa familiar  de torrefação em Varginha-MG, que carrega  em sua essência paixão, tradição e expertise no setor do café.

Amanda Bueno Silva mestre de torra e empresária da Bueníssimo Café, relata que o café sempre esteve muito presente em sua vida, seu avô é cafeicultor. Na sua infância costumava passar suas férias escolares na fazenda do avô que coincidia justamente com a época da colheita em julho.

Resgata com carinho e saudades lembranças dessa época na fazenda, aonde ajudava o seu avô a o café no terreiro, e depois do café limpo (beneficiado) a montanha de palha de café que surgia se transformava em brincadeiras e diversão, diz que sua infância remete o cheiro de café  pelos abraços  e aconchego do seu pai José Rodrigo da Silva, empresário, q-grader e responsável pelo setor de qualidade da Bueníssimo Café, trabalha na área há muitos anos como provador de café com uma vasta experiência no mercado.

Depois de alguns anos morando e trabalhando em São Paulo, Amanda decidiu retornar a Varginha em busca de qualidade de vida, abandonou a sua carreira como advogada, e a sua entrada no setor do café foi acontecendo espontaneamente, já que estava totalmente inserida neste universo do café desde criança.

Relata que cresceu ouvindo muitas pessoas pedindo indicações para o seu pai sobre marcas e cafés de qualidade, e como ele já tinha um sonho antigo de levar aos consumidores um café com preço justo e com qualidade, enxergaram  uma nova oportunidade para evolução deste projeto.

A  partir de um curso de classificação e degustação de cafés no Centro de Comércio de Café do Estado de Minas Gerais, Amanda conta que se encantou definitivamente pelo café, e depois de muita dedicação,  estudos e alguns cursos de torra, ela e seus pais José Rodrigo da Silva e Luciene Conde Bueno Silva empresária e responsável hoje pelo setor comercial da empresa, abriram juntos no final de 2017 uma torrefação  aonde produzem o café de marca própria e também prestam serviços de torra  de café para terceiros.

A torrefação trabalha com duas linhas de café evidenciando assim todos os seus atributos para entregar aos seus clientes qualidade e o prazer ao degusta-los, sendo uma linha de café tradicional com qualidade superior aos cafés de gôndolas devido a produção artesanal, com pacotes  de 500g de café torrado e moído, um café mais voltado para o dia-a-dia da família, com torra mais escura resultando em  uma bebida encorpada com sabor forte e aroma marcante.

E  a linha de café gourmet  com grãos selecionados,100% arábica do Sul de Minas, região reconhecida pelo seu terroir para a produção de cafés finos,  um café tipo exportação, com torra média,  corpo e acidez equilibrados com notas de caramelo e chocolate, com pacotes  de 500g de café torrado e moído e 1kg de café em grãos.

Também possuem uma linha de cápsulas de café gourmet compatíveis com a máquina da Nespresso, com torra mais acentuada, intensidade média e acidez equilibrada proporcionando praticidade na hora de preparar o seu café.

Em breve será lançada a  sua nova linha de cafés especiais com um microlote diferenciado, oferecendo aos consumidores novas experiências sensoriais.

A empresa conquistou recentemente o selo de qualidade e pureza da Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic), para 2 cafés de sua linha, o tradicional e o gourmet, que em breve deverão estar nas prateleiras com as novas embalagens com o selo da Abic começando pelo café tradicional, o que reforça todo o trabalho em prol da qualidade, sustentabilidade,segurança e respeito ao consumidor.

Diante deste cenário do covid-19, Amanda conta que precisou se reinventar, o mês de abril foi muito parado, teve que dar férias para o seu funcionário, e aproveitou o momento da quarentena  para investir no marketing  da empresa buscando novas estratégias através de parcerias, promoções, e entregas de cafés por delivery com frete grátis, e relata que a  partir dessas medidas adotadas  teve um retorno muito positivo mesmo diante das dificuldades enfrentadas com a  pandemia, suas vendas aumentaram, especialmente  as cápsulas pela praticidade do consumo dentro de casa.

A safra deste ano promete ser promissora na qualidade, e o mercado de cafés especiais está em evolução,mas representa ainda uma pequena fatia. Com a diminuição do poder aquisitivo de muitas famílias diante da crise econômica que estamos vivenciando é necessário reforçar esse elo com o consumidor buscando novas alternativas para atrair, manter e fidelizá-los para que continuem consumindo cafés de qualidade, o momento pede fé e equilíbrio, finaliza Amanda.

Apesar da crise e os desafios que o coronavírus impôs no setor cafeeiro, são muitas as histórias que nos inspiram como a desta família que utiliza através da ciência e arte da torra toda a sua sensibilidade para reconhecer e extrair os melhores grãos, e nos mostra que dificuldades podem se transformar em oportunidades, a partir de novas estratégias e parcerias para  se manter e evoluir no mercado.

Que toda a cadeia cafeeira possa sair deste cenário ainda mais fortalecida em especial o pequeno cafeicultor, torrefador e cafeteria.

Os cafés da Bueníssimo café podem ser encontrados nos seguintes pontos de venda: Maiolini da rua Rio de Janeiro, Maiolini gourmet,  Supermercado Oba Oba, Supermercado Delacasa (maxsul da rua Plinio salgado e da rua benjamim Constant), Casa Petrópolis, Café com torta,Padaria 3 poderes, A granel,Na cozinha colorida, Seu Churras, Açougue do Maurício, Absoluta gourmet, Rei da traíra e Venda do Chico.

Amanda e José Rodrigo deixam também um breve recado  para todos os leitores:

Quer conhecer um pouco mais sobre a história e o café dessa família?

Instagram: @buenissimocafe

Site: www.buenissimocafe.com.br

Celular para delivery: (35) 99929-8268

E você, o que achou da nossa matéria? Compartilhe conosco!

 

 

Lilian Trigolo
Coffee Lover-apaixonada pelo universo do café, e toda a sua cultura cafeeira, formada em Administração de Empresas com Ênfase em Comércio Exterior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *