Pausa para o Cafezinho: Casal de brasileiros empreendedores residentes no Japão deixa recado para os leitores da coluna

Imprimir
O pausa para o cafezinho desta semana é sobre uma história regada a muito café, amor e inspiração de um casal de brasileiros cativantes residentes no Japão.

Carolina Hoshino e Anderson Kagawa se mudaram no começo deste ano para a província Hyōgo–ken no Japão.

Essa relação com o Japão sempre esteve presente na vida de ambos, Anderson morou no Japão e foi trainer na área de relações internacionais no departamento de Relações Internacionais do Governo da Província de Kagawa no ano de 2012, e foi em 2013 como professor de inglês e palestrante cultural que conheceu aquela que seria sua companheira de vida sua esposa Carolina, que também se encontrava no Japão como trainee na área de Engenharia Ambiental pelo departamento do meio ambiente do Governo da Província de Kagawa.

Eles contam que os 2 anos que moraram no Japão foram intensos mas de grandes aprendizados, naquela época desconheciam aquela que seria a grande paixão e transformação na vida deles, o “café especial”, mas já costumavam tomar muito iced coffee que na tradução seria café gelado (bebida bastante popular no Japão).

Depois deste período morando no Japão, retornaram ao Brasil, aonde se casaram e viveram durante 6 anos, e foi justamente nessa trajetória que em 2018 descobriram e se encantaram pelo universo do café especial, e decidiram então abandonar suas carreiras.

Carolina formada em engenharia ambiental e o marido Anderson em administração de empresas com ênfase em Marketing, uniram então todas as suas habilidades e competências do mundo corporativo para dar início a um novo e cafeínado ciclo, afim de compreenderem todos os processos desta bebida tão especial capaz de transformar cada xícara em uma experiência sensorial única.

E através de algumas especializações na área em grandes instituições como : Curso de café – Associação Brasileira de sommelier de São Paulo (ABS-SP), Curso de barista (Sindicafé), e Curso de torra (Wolff Café), que o sonho de retornar para o Japão foi trazendo um novo significado.

Segundo Carolina e Anderson, a ideia inicial era abrir uma cafeteria no Japão, para unir o prazer de degustar um café de qualidade levando através de recursos audiovisuais como fotografias e vídeos a valorização da cultura do café no Brasil neste espaço.

Eles relatam que estão tomando todas as medidas preventivas assim como nós aqui no Brasil, e esperam que essa delicada fase do coronavírus que estamos enfrentando mundialmente passe logo, para que assim todos possam retomar seus projetos e traçar novas estratégias diante de um novo cenário que se aproxima.

Enquanto isso, observam a reação do mercado, as tendências, hábitos e preferências dos japoneses em relação ao café, para compartilharem em breve através do “Aduna Concept”,um projeto que está saindo do forno para enriquecer ainda mais as conexões entre todos os elos da cadeia do café.

Deixam também um agradecimento especial a Fazenda São Sebastião situada em São Tomé das Letras no Sul de Minas dos cafeicultores Catarina Kim e Marcos Kim, que abraçaram esse sonho junto com eles dando todo o suporte necessário para essa aventura cafeinada.

Que possamos valorizar e incentivar os pequenos cafeicultores, cafeterias e torrefações, despertando e estimulando novas oportunidades, assim como esse jovem casal que através do design gráfico e da fotografia se reinventaram com o intuito de fomentar a divulgação do café brasileiro no Japão, resgatando histórias, tradições, origens e transformando vidas através desta explosão de sabores que a bebida nos proporciona.

Carolina e Anderson deixam também um breve recado para todos os leitores da coluna, confira:

Quer conhecer um pouco mais sobre a história desse casal cafeinado no Japão?!

Instagram: @andersondi e @carolinahoshino

E você o que achou da nossa matéria? Compartilhe conosco!

 

 

Lilian Trigolo
Coffee Lover-apaixonada pelo universo do café, e toda a sua cultura cafeeira, formada em Administração de Empresas com Ênfase em Comércio Exterior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *