Para 2011/12, OIC espera 130 milhões de sacas

Imprimir

Segundo o diretor executivo interino da Organização Internacional do Café (OIC), José Sette, as perspectivas para a produção mundial na safra 2011/12 são bastante díspares, partindo desde uma menor safra no Brasil a expectativas de aumento nos demais países exportadores. “No Brasil, onde o ano safra 2011/12 já está em curso, segundo estimativas publicadas pela Conab, deverão ser colhidas 43,54 milhões de sacas. (…) Embora a temporada 2011/12 seja de baixa no ciclo bienal da variedade arábica, a quebra na produção total brasileira deverá ser de apenas cerca de 10%”, citou. “Este nível de produção é o maior já registrado em um ano de baixa no ciclo bienal característico do arábica no Brasil”, completou.

Sette anotou que as informações fornecidas por outros países produtores indicam que alguns estão esperando aumento na colheita do café, desde que as condições climáticas continuem favoráveis. “Provavelmente haja nova quebra na produção da Indonésia e uma estagnação no Vietnã. Com base nessas informações, a estimativa inicial de produção total na safra 2011/12 é de aproximadamente 130 milhões de sacas”, projetou, finalizando que “os atuais níveis de preço promoverão a melhoria na manutenção das fazendas de café em muitas nações produtoras, apesar dos custos de produção terem crescido”.

Fonte: P1 Agência de Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *