OIC: Re-exportação de café pelos países importadores teve alta de 8,2% em 2010

Imprimir

Re-exportação de café pelos países importadores cresceu 8,2%, para 39,1 milhões de sacas de 60 quilos no ano passado, como o aumento do consumo mundial e os preços relativamente elevados incentivados transferências de saída de café importado, a Organização Internacional do Café na segunda-feira.

Re-exportação de café por todos os países importadores cresceu a uma média de 6,1% ao ano entre 2001 e 2010, a OIC afirmou em um relatório mensal do mercado de café para maio. Durante o período, a Alemanha foi a maior re-exportador, com uma média de 8,6 milhões de sacas por ano, seguida pela Bélgica com 3,5 milhões de sacas e os EUA 2,6 milhões de sacas.

Cingapura foi o quinto com 1,5 milhões de sacas por ano. Alguns comerciantes e torrefadores teve a demanda esperada para o café a diminuir devido à atual alta dos preços, mas o aumento das reexportações reflete a demanda crescente como processadores de café são capazes de encontrar compradores para o produto acabado.

Fonte: AgnoCafe

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *