OIC discute gestão de riscos para produtores de café

Imprimir

A criação de instrumentos para gestão de risco por parte dos produtores foi um dos assuntos discutidos em Londres, durante a reunião do fórum consultivo sobre financiamento vinculado à Organização Internacional do Café (OIC). O fórum é presidido pela embaixadora dos Estados Unidos Amy Karpel e conta com a participação de representantes do Conselho Nacional do Café (CNC) do Brasil, do Banco Mundial, da Aliança Financeira para o Comércio Sustentável e da Sucafina, trader suíça de café.

O presidente executivo do CNC, Silas Brasileiro (foto: divulgação CNC), que participou do encontro em Londres, disse por meio de nota ter destacado a necessidade de maior oferta de lançadores de opções de venda no mercado, pois o instrumento é de fácil compreensão e utilização, além de oferecer garantia de preço para os produtores. Ele afirmou que o programa de opções amplia o volume de crédito aos cafeicultores, pois reduz o risco dos empréstimos.

Ele afirmou que o CNC recomendou à OIC que promova estudos para coletar informações sobre os principais instrumentos de gestão de risco utilizados pelos produtores, como o grau de utilização no mercado internacional e quais são os principais agentes que oferecem liquidez desses mecanismos.

"De posse dos resultados, a OIC poderá promover contatos com instituições financeiras para alavancar a utilização das ferramentas de gestão", diz ele.

Fonte: Agência Estado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *