Oferta limitada mantém robusta em patamar recorde, informa Cepea

Imprimir
Os preços do café robusta seguem em alta no mercado brasileiro. Nessa quarta-feira, 27, o Indicador CEPEA/ESALQ do tipo 6 peneira 13 acima fechou a R$ 418,58/saca de 60 kg, aumento de 4,8% na parcial deste mês e patamar recorde, em termos reais (valores foram deflacionados pelo IGP-DI), da série de preços mensal do Cepea, iniciada em 2011.

Na semana (entre 20 e 27 de julho), o aumento foi de 1,16%. Agentes consultados pelo Cepea indicam que não há fundamento de baixa no curto prazo, visto que a colheita está praticamente finalizada e a oferta, restrita. Mesmo com as altas nos preços, a liquidez está baixa, com negociações ocorrendo de forma pontual e envolvendo pequenos lotes.

Segundo colaboradores do Cepea, a oferta reduzida tem feito com que compradores de robusta (em geral, as indústrias) tentem adquirir o grão diretamente no interior do Espírito Santo, limitando o volume de café que chega à capital Vitória para prova. Para compor os blends, indústrias também têm aumentado a procura por cafés arábicas mais fracos, como 600 e 800 defeitos, e pelo arábica tipo 7 (bebida rio).

Fonte: Cepea

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *