NECAF se prepara para realizar o 15º Encontro Sul Mineiro de Cafeicultores na UFLA

Imprimir

Membros do NECAF em reunião no anfiteatro do Setor de Cafeicultura da UFLA

O Núcleo de Estudos em Cafeicultura (NECAF) da Universidade Federal de Lavras (UFLA) já se prepara para realizar o 15º Encontro Sul Mineiro de Cafeicultores no próximo dia 23 de maio. O evento deverá reunir produtores, pesquisadores e estudantes em debates, palestras e um dia de campo na instituição.

De acordo com o coordenador do NECAF, João Marcos Lara, o principal objetivo é aproximar os produtores da universidade. “O produtor tinha receio em procurar a universidade. Com o evento, a UFLA pode aproximar mais o produtor dela, mostrando tudo o que é desenvolvido em termos de inovação cafeeira dentro da instituição”, explicou.

Segundo o coordenador, na parte da manhã serão apresentadas duas palestras no Salão de Convenções da UFLA. A primeira, do coordenador técnico de cafeicultura da Emater-MG Marcelo Felipe, terá o tema “Conjuntura da Cafeicultura”. A segunda será ministrada pelo pesquisador da Epamig Gladyston Carvalho com o tema “Manejo da lavoura cafeeira em épocas de crise”.

Já na parte da tarde, ocorrerá um dia de campo no Setor de Cafeicultura da UFLA, onde serão abordados vários assuntos relacionados à cafeicultura, incluindo seis estações sobre doenças, pragas, certificação, novas cultivares, entre outras. A expectativa é que cerca de 400 produtores da região sul de Minas visitem a UFLA no dia do evento.

O NECAF é formado por estudantes da UFLA, tanto de graduação quanto de pós-graduação, que atuam em atividades de pesquisa nas diversas áreas cafeeiras, como manejo da lavoura, nutrição, doenças, pragas, melhoramento genético, cafeicultura irrigada, qualidade e comercialização. O núcleo também trabalha em atividades de extensão anuais, como o Encontro Sul Mineiro de Cafeicultores e o Ciclo de Palestras em Cafeicultura.

A vice-coordenadora do grupo, Dalyse Toledo Castanheira, ressaltou os benefícios adquiridos pelos membros durante as atividades. “As atividades do NECAF, além de proporcionar um conhecimento teórico nas palestras e prático nas atividades de campo, nos ajuda também a crescermos como pessoa, uma vez que trabalhamos sempre em equipe e lidando com pessoas diferentes. É de suma importância para a nossa formação profissional”, disse.

O professor fundador do NECAF, Antônio Nazareno Guimarães Mendes, deu detalhes sobre a criação do núcleo no início de 1994. Ele explicou que antes do NECAF diversos professores da UFLA, em diferentes áreas, orientavam os alunos dentro da temática cafeeira de forma desarticulada e independente. Com a criação do NECAF, a intenção era integrar os diversos grupos em um trabalho multidisciplinar e, para o professor, a iniciativa foi um sucesso.

“Deu certo. Nós conseguimos juntar dezenas de professores, pesquisadores e estudantes já envolvidos com o tema café. A partir daí passamos a ter reuniões frequentes com o grupo, que compartilhava as linhas de pesquisa que cada um atuava e começaram a cooperar uns com os outros”, finalizou Antônio Nazareno.

Sediado no Setor de Cafeicultura da UFLA, o NECAF conta com o apoio do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia do Café (INCT Café), Polo de Excelência do Café, Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) e Centro de Inteligência em Mercado (CIM).

Fonte: Polo de Excelencia do Café

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *