Monte Verde registra a noite mais fria do país

Imprimir

Minas Gerais registrou a temperatura mais baixa do país durante a madrugada desta quarta-feira (18). Em Monte Verde, no Sul do Estado, a estação meteorológica do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) registrou 2,7 graus negativos – marca recorde em todo Estado neste ano. Os belo-horizontinos também sentiram na pele a noite gelada. Segundo o instituto, a noite passada foi a mais fria do ano também na capital.

O pequeno distrito turístico de Monte Verde, que pertence a cidade de Camanducaia, amanheceu encoberto por uma névoa e gelo por todas as áreas verdes, casas e automóveis. A paisagem dos campos e flores, que ficaram congelados por causa da geada, foi contemplada por moradores e turistas que acordam cedo para acompanhar a beleza das imagens, que mais pareciam fotografias ao livre.

Segundo o gestor da Associação de Hotéis e Pousadas de Monte Verde, Marcos Paulo de Souza, outros termômetros de rua chagaram a marcar até 5 graus negativos. Ele afirma que, apesar do início da baixa temporada, a ocupação dos 200 hotéis e pousadas localizados no distrito, durante os fins de semana, chega a quase 85%. “Estamos na Região Sudeste, considerada quente, mas em Monte Verde o clima frio é mantido durante todo o ano. Isso atrai os turistas e principalmente os casais que gostam de apreciar a nossa gastronomia e uma boa lareira”, frisou Souza.

Em Belo Horizonte, os termômetros marcaram 8,5 graus na Região Centro-Sul e 9,8 graus na Região Norte. Outras cidades do Sul de Minas também amanheceram geladas, como Maria da Fé, que registrou 0,7 grau negativo, Lambari (menos 0,6 graus) e São Lourenço, 1,1 grau, menor temperatura do ano no município. Também ocorreram geadas fortes em Maria da Fé, Caldas, Lambari, São Lourenço, São Sebastião do Paraíso e Monte Verde.

A geada também mudou o visual de Marmelópolis. O município que fica na Serra da Mantiqueira, numa altitude que varia 1.200 metros a 2.432 metros, também ficou coberta de gelo. Um termômetro digital do Departamento Municipal de Turismo e Cultura registrou 2 graus negativos no centro da cidade. “Esse ano está fazendo bem mais frio e ocasionando muitas geadas. Isso é bom e ajuda a aumentar a produção de frutas na cidade, como o marmelo, pêra, pêssego e ameixa, além de aumentar o fluxo de turistas”, afirmou o diretor do Departamento de Turismo e Cultura, Jair Antônio de Oliveira.

O meteorologista do Inmet, Claudemir de Azevedo, explica que a massa de ar polar que veio da Região Sul do país deve continuar sobre Minas até quinta-feira.

Na sexta-feira, informa Azevedo, a temperatura deve começar a se elevar. A previsão é que quinta-feira (19) e sexta-feira (20) ainda ocorram geadas no Sul de Minas, com temperaturas que podem variar entre 1 grau negativo e máxima de 24 graus. O ar deve permanecer seco, com tempo claro e sem chuvas no Estado.

* Patrícia Rennó – Da Sucursal do Sul de Minas

Fonte: Jornal Hoje Em Dia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *