Ministério estipula novas normas para manter qualidade do café brasileiro

Imprimir

Com a produção prestes a atingir seu número recorde – algo entre 45 e 50 milhões de sacas de 60 quilos – a indústria do café brasileiro está investindo agora em qualidade. Além do foco cada vez maior no gourmet, o Ministério da Agricultura assinou uma nova instrução normativa para o produto.

Nela, os critérios para a produção dos grãos serão mais rígidos. Além de padrões de sabor e fragrância, os produtores deverão manter o nível de impurezas do café em até 1%. A umidade máxima também foi estipulada. Segundo o ministério, para que o grão possa preservar seu sabor característico, esta deve se manter inferior a 5%. Atualmente, o Brasil se segmenta como o maior produtor de café do mundo e o segundo principal mercado consumidor, ficando atrás apenas dos Estados Unidos.

Fonte: Revista Cafeicultura

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *