Minas Gerais tem chance de novas chuvas de granizo

Imprimir

Com o avanço da frente fria que mudou o tempo em São Paulo, foi a vez do sul de Minas Gerais registrar chuva forte e até mesmo queda de granizo na tarde desta terça, dia 25. O gelo atingiu pontos isolados das cidades de Lavras, Três Pontas e Eloi Mendes. 

A produtora Ana Paula Silveira, de Eloi Mendes, disse que o granizo trouxe prejuízos para as lavouras. Em algumas delas, o dano foi de 100%. Outros produtores disseram que o replantio será necessário depois deste evento. 

– O granizo foi bem localizado e a chuva mal distribuída, choveu na minha cidade, mas em Varginha e Boa Esperança, por exemplo, os volumes não foram significativos – conta a cafeicultora. 

Eloi Mendes está a apenas 18 quilômetros de Varginha e Boa Esperança. Fazia mais de 30 dias que não chovia na cidade.


 
Dados do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemadem) registraram um acumulado de quase 40 milímetros em Itapeva. Já o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) registrou um pouco menos. 

O fenômeno ocorreu devido ao contraste térmico. A frente fria avançou e encontrou temperaturas mais altas na superfície. 

– Quanto mais nos aproximamos da primavera, maior é o potencial para chuva com granizo, justamente por ser uma estação de transição – explica a meteorologista da Somar Maria Clara Sassaki. 

Os produtores estão preocupados, porque se a chuva dos próximos dias não for suficiente, a florada do mês de setembro pode ser frustrada. O café até aguenta longos períodos de tempo seco, o que o grão não tolera é a umidade reduzida quando chove. Quem não recebeu chuva espera por pancadas e torce para que essas precipitações não venham acompanhadas de granizo.
 
Segundo informações da Somar Meteorologia, a semana promete mais chuva para o Sudeste do Brasil. Nesta quarta, dia 26, uma frente fria avança pelo Sul e provoca chuvas generalizadas nos três estados, com potencial para granizo no noroeste gaúcho. Este sistema chega por completo ao Sudeste na quinta, dia 27, e deve garantir chuvas mais generalizadas para São Paulo, Rio de Janeiro e oeste e sul de Minas Gerais. Não estão descartados novos episódios pontuais de granizo nestas áreas.

 – Vão sobrar algumas pancadas inclusive para Mato Grosso do Sul e parte de Mato Grosso, já que a frente fria vai se conectar com a umidade que vem da floresta Amazônica – explica Maria Clara.

Fonte: Canal Rural (Pryscilla Paiva)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *