Mercado interno impulsiona vendas de cafés especiais

Imprimir

As vendas de cafés especiais têm registrado alta no Brasil. A comercialização do produto somou R$ 7 bilhões no país em 2011, um aumento de 4% em relação ao ano anterior. A Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic) estima que esse valor atinja R$ 7,7 bilhões em 2012. A aposta em produtos com alto valor agregado também pode ajudar a melhorar as exportações do café beneficiado, que caíram 57% em maio.

A diretora comercial da Baggio Café, especializada em cafés gourmet, Liana Baggio, comemora um crescimento de 60% do ano passado pra cá. A produção mensal chega a oito toneladas e apenas um décimo não vai para o mercado interno.

No exterior, a empresa se deparou com a oportunidade de vender o café que é beneficiado para a China, mercado que mais cresce no mundo.

Os dois tipos de produto que devem partir para o mercado asiático até o fim de julho são o bourbon, produzido no sul de Minas Gerais, e o acaiá, do Cerrado mineiro. O nome do produto, traduzido do latim, significa papagaio. O Brasil não tem tradição na exportação de café com alto valor agregado, mas o negócio realizada pela indústria do interior de São Paulo pode abrir uma porta importante no mercado do país asiático.

Canal Rural – Porto Alegre/RS – AGRICULTURA – 06/07/2012 – 17:34:00

Fonte: ABIC

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *