Mercado Físico registra preços pouco alterados na sexta-feira

Imprimir

Mercado físico bastante morno na finalização desta semana. Muitos vendedores recusando-se a entrar no mercado em plena sexta-feira de forte retração nos preços internacionais.

No Sul de Minas, durante o início do dia, reportada venda da Minasul para N. S. da Guia de lote com 2.334 sacas de café bebida dura com 18% de catação a R$ 507. Ao final desta sexta, e com a efetivação das perdas em NY, preços sem apresentar avanços, encontrando suporte apenas na retração vendedora.

No Cerrado mineiro, cenário de fraca movimentação e agentes afastados das negociações. Café bebida dura, com 20%, cotado a R$ 505 enquanto que catações mais elevadas chegam ao máximo de R$ 510.

Zona da Mata com fraqueza observada tanto do lado comprador quanto vendedor. Café bebida dura, com 20%, a R$ 450 e R$ 455 enquanto que café com catação mais elevada negociado ao máximo de R$ 465.

No Espírito Santo, cotações mais fracas diante da pequena desmotivação do lado comprador. Café conillon tipo 7 oscilando entre R$ 205 eR$ 207.

Em Rondônia também pôde ser observada a continuidade no fraco movimento desta semana. Conillon 400 defeitos na porta negociado a partir de R$ 185 enquanto que posto SP e posto PR respectivamente a R$ 208 e R$ 205. 

Fonte: CaféPoint

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *