Mercado: café registra preços firmes no Brasil com nova alta do dólar

Imprimir

O mercado brasileiro de café registrou preços de estáveis a mais altos nesta segunda-feira, seguindo especialmente a forte valorização do dólar no câmbio nacional. A volatilidade da Bolsa de Mercadorias de Nova York (ICE Futures) atrapalhou um melhor ritmo de negócios, com os compradores saindo de atividade depois que NY definiu ganhos no fechamento. Durante o dia, o vendedor aproveitou os preços mais altos e a demanda para cafés de determinadas qualidades para negociar a cotações melhores.

No sul de Minas Gerais, o café arábica bebida boa safra 2011 ficou em R$ 387,00/392,00 a saca, contra R$ 385,00/390,00 de sexta-feira. No cerrado mineiro, arábica bebida boa safra 2011 teve preço de R$ 390,00/395,00, contra R$ 390,00/395,00 de sexta-feira.

O café arábica "rio" tipo 7 na Zona da Mata de Minas Gerais teve cotação de R$ 35,00/340,00 por saca, contra R$ 330,00/335,00 de sexta-feira. Já o conillon tipo 7 em Vitória, Espírito Santo, foi cotado a R$ 240,00/242,00 por saca referência safra nova 2012, estável.

Nova York
A Bolsa de Mercadorias de Nova York (Ice Futures US) para o café arábica encerrou as operações desta segunda-feira com preços moderadamente mais altos. As cotações subiram em dia de volatilidade, com o mercado sendo sustentado por aspectos técnicos.

A pressão negativa veio da subida do dólar e de perdas de outros mercados no dia, em meio ainda às preocupações com a economia europeia. Boa parte da sessão foi de perdas, mas o mercado foi encontrando espaço para recuperação e subiu moderadamente diante de fatores técnicos/gráficos. As informações partem de agências de notícias.

Os contratos do café arábica para entrega em julho fecharam negociados a 177,95 centavos de dólar por libra-peso, com valorização de 0,80 centavo, ou de 0,4%. A posição setembro fechou a 180,25 cents, alta de 0,85 cent, ou de 0,5%.

Câmbio
O dólar comercial encerrou as negociações de ontem em alta de 1,73%, a R$1,9880 para compra e R$ 1,9900 para venda. Na sexta-feira, a divisa havia encerrado com alta de 0,20%, cotado a R$ 1,9560.

A moeda norte-americana refletiu a aversão ao risco que tomou conta dos mercados hoje. Investidores estão inseguros em relação a situação política da Grécia e possíveis desdobramentos na zona do euro.

Fonte: Agência Safras

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *