Maros Café: Chuvas foram insuficientes

Imprimir

Os mercados globais vem convivendo há algumas semanas numa rotina cansativa e sem grandes emoções mercadológicas. Investidores continuam a administrar suas posições em aberto no mercado e desta forma, nada de grandioso vem acontecendo.

De fato novo tivemos no último final de semana o plebiscito na Espanha dando conta da possível independência de uma parte de seu território, a Catalunha.

Este sinal de uma onda separatista não é bem vista pelos mercados e isso pode desencadear uma reflexão diferente ao momento vivido e que sabe, uma postura conservadora de importantes fundos nos mercados de renda variável.
Resultado, baixas neste mercados e alta em algumas moedas poderão ser vistas.

No café o setor vive o dilema climático.

Importantes regiões produtoras vem sofrendo há mais de 100 dias com a ausência de chuva e infelizmente, as previsões que temos nos radares não dão conta de uma mudança significativa deste perfil no curtíssimo prazo.

Resumindo a tão sonhada safra recorde de café para 2018 a cada dia que passa fica mais distante e isso pode contribuir para que no médio prazo as cotações tanto internas quanto externas poderão ganhar sustentação.

Dentro deste cenário o mercado cafeeiro começa a semana dentro de uma grande expectativa e com preços internos estabilizados em reais.

Via Maros Café/Blogs Gazeta Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *